São tomaz de aquino

Páginas: 7 (1558 palavras) Publicado: 17 de março de 2011
Filosofia da Idade Media
No universo da idade media a que foi caracterizada pela expansão do cristianismo com a pretensão de universalização, para destacar uma das maiores preocupações dos filósofos deste período, que são as provas da existência de Deus com dados intelectivo.
Neste período, existe uma relação íntima que se dá entre fé e a razão. A fé cristã, ou a fé em geral não propõe dadoracional, isto é ela se alicerça sobre uma mensagem de salvação, que em princípio parece não ter nada a ver com a razão, como poderíamos pensar em questão de ciência, mas esta salvação de que se trata é a alma.
A respeito das provas da existência de Deus fornecidas por Santo Anselmo de Cantuária e Santo Tomas de Aquino, os quais foram expoentes da Alta Idade Media.
Há outras preocupações entre osfilósofos medievais como a questão dos universais, a analogia do ser, a origem da alma, a divisão da natureza, ou seja, a maior delas problemas metafísicas o qual alguns constituem “problemas” ate os dias de hoje.
Santo Anselmo, o pai da escolástica, foi um dos que instituiu e criou o lema de que a razão estaria a serviço da fé. Ele segue o espírito agostiniano pela doutrina e pelo estilo, isto é,ele não deixou um sistema filosófico, preferiu debruçar sobre questões particulares, dando evidência do problema das relações entre a fé e a razão. Suas questões principais foram a precedência da fé sobre a razão, as espécies de verdades, as relações entre Deus e o Mundo e as provas de existência de Deus.
Para provar a existência de Deus ele parte da experiencia coma intenção de redescobri-losem o auxilio da fé, das escrituras e dos dados da revelação, isto é , usaria somente a razão. Santo Anselmo inicia seu raciocínio partindo do facto de acreditar fielmente que a realidade da fé pode ser alcançada somente pela razão e a priori. Ele imaginou o facto de poder conversar com alguém que nunca em sua vida ouviu falar sobre Deus. E a partir disso ele demonstraria a essa pessoa e aconvenceria da existência de Deus sem ter que falar em dados da fé. Seu primeiro argumento seria nossa aspiração natural para o bem. Pensando nos inúmeros bens que fruímos chega-se a conclusão racional que procuramos naturalmente o bem, pois é o que gostamos e o que nos atrai. Diante isso é natural buscarmos a fonte máxima desse bem. É totalmente racional que sabendo o que é bem e sentirmos atraídos pelobem, racionalmente o procuramos. Podemos pensar logo em seguida, diria Santo Anselmo em termos de igualdade e desigualdade, isto é, a própria justiça já pressupõe uma relação de igualdade e estabelecendo os parâmetros chega-se ao que é maior grau ou menor grau de justiça. Se não existisse a justiça, não existiriam as coisas justas, porem as coisas justas existem e consequentemente a justiça. Agoracom raciocínio que fizemos sobre a justiça aplicamos em relação ao bem, isto é, que recebe sendo em menor ou maior grau é um “bem”, logo ele existe. Seguido este raciocino chegamos a consideração que de todos esses bens devem derivar de um bem único , isto é, os bens em si não possuem a razão de sua própria bondade como, por exemplo, Santo Anselmo usa o exemplo do cavalo veloz e forte e faz umaanalogia com o ladrão sendo veloz e forte . Os bens são bens quando os concede em si mesmo, isto é, existe o bem em si mesmo.
Fazendo esse mesmo trajecto chegamos á outra consideração que diante este bem que existe em si mesmo deve ter um bem imensamente maior, infinitamente superior a todas as outras que existem.
Aqui ele chega ás vias da existência concluindo que diante esse bem infinitamentesuperior a todas as coisas que existem remonte a um principio só. Afinal tudo que existe provém de algo e em escala é menor que sua causa e assim por diante. Do nada não pode provir , seno assim, a causa existe por si e é única, e superior a todas as coisas....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • moral cristã- santo Agostinho e são Tomaz de Aquino
  • sao tomas de aquino e averrois
  • São Tomas de Aquino
  • São tomás de aquino
  • Gnosioligia de são tomas de aquino
  • Sao tomas de aquino
  • São tomás de aquino
  • são tomas de aquino

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!