Ruido/ruido nas cozinhas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2165 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RUÍDO



Lisboa, Junho de 2011
Índice

1. Introdução

Este trabalho foi realizado para o Módulo Higiene e Segurança no Trabalho focalizando uma área particular – O Ruído

Ao longo do presente documento, pretendemos complementar a informação que já nos foi dada sobre o ruído e algumas formas de o reduzir.

Vamos também introduzir o tema: O ruído nas cozinhas profissionais /industriais.

Este trabalho, ajudou-nos a perceber desde a forma como é medido até às consequências que o ruído pode causar na saúde humana, tais como: perdas de audição, dificuldades de comunicação, etc, e mesmo enfartes e hipertensão.

~

2. Ruído

3.1. Definições
Som é qualquer variação de pressão que o ouvido pode detectar.
O ruído pode ser definido como um conjunto de sonsdesagradáveis e frequentemente irritantes. Para além de um determinado nível torna-se incómodo, sendo um obstáculo à comunicação e contribui para o aumento da fadiga, podendo provocar alterações no sistema nervoso e mesmo traumatismos auditivos.

3.2. Legislação

Legislação comunitária
Directiva n.º 2002/49/CE, de 25 de Junho

Legislação nacional
Decreto-Lei n.º 278/2007, de 1 de AgostoDeclaração de Rectificação n.º 18/2007, de 16 de Março

Decreto-Lei n.º 9/2007, de 17 de Janeiro – “Regulamento Geral do Ruído”

Declaração de Rectificação n.º 57/2006, de 31 de Agosto

Decreto-Lei n.º 146/2006, de 31 de Julho – transcreve a directiva europeia 2002/49/CE sobre “Avaliação e Gestão do Ruído Ambiente”

Decreto-Lei n.º 182/2006 de 6 de Setembro – “Ruído Laboral”

Base:Agência Portuguesa do Ambiente (Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território)
3. Principais Causas do Ruído
O ruído é uma das principais causas da degradação de qualidade do ambiente urbano, sendo que os transportes e o tráfego aéreo e ferroviário são dos principais responsáveis.
As principal causa do ruído no local de trabalho resume-se ao facto de muitas profissões terem que trabalhardirectamente com maquinaria pesada e por si só ruidosa, como por exemplo o recurso a escavadoras giratórias equipadas com martelos hidráulicos, o uso de martelos pneumáticos, as britadeiras, etc...
Com o passar dos tempos e a evolução das tecnologias e os requesitos da legislação, tornou-se uma das prioridades reduzir a emissão de ruído, já muitas máquinas não emitem tanto ruído comoantigamente, mas mesmo assim ainda não foi possível reduzir o ruído por completo em toda a maquinaria, como por exemplo em máquinas de corte de pedra e outras.

4. Transmissão do Ruído
O ruído é transmitido ao ouvido através de ondas sonoras que se propagam no ouvido externo em meio aéreo e se transmitem ao ouvido interno por meio de vibrações dos ossículos neles existentes propagando-seposteriormente ao meio liquido no ouvido interno. A partir deste os sinais são transmitidos ao cérebro e descodificados, provocando todas as sensações auditivas.

Em virtude da estrutura do nosso aparelho auditivo e das características do sistema nervoso relacionado com a audição, reagimos de modo diverso aos sons de diferentes frequências, não obstante um mesmo nível de pressão sonora.
É usual exprimir onível da pressão sonora em decibel, dB.
O comportamento do ouvido em teores de audibilidade e em função da frequência (Hz) e do nível de pressão sonora (dB). A maior sensibilidade auditiva situa-se entre os 250Hz e os 5000Hz como representado no gráfico abaixo (as chamadas frequências médias).

5. Parâmetros do Ruído
A percepção do ruído depende das pessoas, dos momentos e dos locais, sendopor isso didícil de determinar objectivamente a “incomodidade”.
Os níveis sonoros são medidos com um sonómetro.
A intensidade das vibrações sonoras ou as variações de pressão que lhe estão associadas, são dominadas de pressão sonora, e exprime-se em Pascal (N/m2).
O Ouvido não responde linearmente aos estímulos provocados pelo ruído, mas sim logarítmicamente. Como é mais confortável...
tracking img