Ruby e Rails.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4214 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
 1. Introdução

RoR, muitas vezes abreviado simplesmente para Rails é de fato um conjunto composto por várias tecnologias, de onde se destacam duas: Ruby e Rails.
Existem várias tecnologias de desenvolvimento web, umas mais conhecidas, como o PHP, ASP clássico, ASP.NET,JSP, … e outras em fase de expansão e ainda não tão difundidas (embora esta tendência esteja claramente mudando), como éo caso do RoR.
O fato de não estar dependente de terceiros empresas e tecnologias proprietárias, é para muitos uma vantagem e um fator preponderante na escolha da tecnologia.
Para quem nunca programou em Ruby, a sintaxe pode parecer muito estranha, parecendo que, por vezes, se está a escrever em inglês em vez de programar. Outras vezes parece que estamos a pensar da forma inversa ao que fazemosao programar em outras linguagens. Depois de algum tempo a programar em Ruby, percebemos a elegância da linguagem e com o tempo e o acumular de experiência torna-se um forte aliado.
É extremamente simples obter ajuda nas várias comunidades existentes, e a maior parte das vezes alguém já teve o mesmo erro/problema com que nos deparamos.2. Histórico

O Ruby é uma linguagem de interpretada de script, orientada a objetos e dinamicamente tipada. Ela foi criada por Yukihiro Matsumoto (Matz), em 1994, inspirada nas linguagens Python e Perl, com o objetivo de criar uma linguagem poderosa, orientada a objetos, que fosse de fácil compreensão e fosse fácil de programar.
O Ruby é independente de plataforma, tendo diversasimplementações, como por exemplo em Java (JRuby) e .NET (IronRuby e Ruby.NET), além das implementações para os sistemas operacionais mais utilizados (Windows, Linux e Mac).
Ruby se tornou reconhecida no meio especializado desde que Dave Thomas, conhecido como um dos "Programadores Pragmáticos", adotou como uma de suas linguagens preferidas e acabou por escrever um dos mais completos livrossobre a linguagem, o Programming Ruby. Com o advento desta publicação, a linguagem passou a contar com uma boa fonte de iniciação e referência em inglês, aumentando consequentemente o número de adeptos da linguagem no Ocidente.
Ultimamente, devido a grande exposição de um framework web feito em Ruby, o Ruby on Rails desenvolvido por David Heinemeier Hansson, a linguagem tem sido foco da mídiaespecializada justamente pela sua praticidade.
Esta mesma praticidade inclusive é um dos conceitos básicos desta linguagem. É possível fazer algoritmos que resolvam seus problemas, não necessitando se preocupar com as limitações da linguagem ou do interpretador.

As principais características da linguagem são:
A sintaxe é enxuta, quase não havendo necessidade de colchetes e outroscaracteres.
Todas as variáveis são objetos, onde até os "tipos primitivos" (tais como inteiro, real, entre outros) são classes.
Estão disponíveis diversos métodos de geração de código em tempo real, como os "attribute accessors".
Através do Ruby Gems, é possível instalar e atualizar bibliotecas com uma linha de comando, de maneira similar ao APT do Debian Linux.
Code blocks (blocos de código),ajudam o programador a passar um trecho de instruções para um método.
Mixins, uma forma de emular a herança múltipla, sem cair nos seus problemas.
Tipagem dinâmica, mas forte. Isso significa que todas as variáveis devem ter um tipo (fazer parte de uma classe), mas a classe pode ser alterada dinamicamente.

2.1 Orientação a objetos

Muitos programadores consideram o Ruby uma linguagem deprogramação totalmente orientada a objetos (de maneira similar ao SmallTalk), porém devido a inexistência de conceitos padrões para especificação de linguagens OO, isto não pode ser provado.
Ruby não possui tipos primitivos, mas sim todos tipos são classes, assim como todas variáveis são objetos. Como exemplo, conjunto de caracteres é uma instância da classe String, inteiro é da Fixnum e...
tracking img