Rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO GRANDE ABC


Equipe Sophia

Camila Rodrigues, 30033594
Cibele Beghine, 30037388
Daniele Cristina da Costa, 30030654
Débora Bernardelli Marin, 30040141
Kelly Barbosa Sousa da Silva, 30031133
Priscila Frivoli Francisco Marques, 30040364
Rita Maria Araujo, 30030815










JEAN JACQUES ROUSSEAU


















SANTO ANDRÉ – SP
2011




UNIVERSIDADE DO GRANDE ABC


EquipeSophia

Camila Rodrigues, 30033594
Cibele Beghine, 30037388
Daniele Cristina da Costa, 30030654
Débora Bernardelli Marin, 30040141
Kelly Barbosa Sousa da Silva, 30031133
Priscila Frivoli Francisco Marques, 30040364
Rita Maria Araujo, 30030815











JEAN JACQUES ROUSSEAU

















SANTO ANDRÉ – SP
2011


SUMÁRIO

1. Introdução 3

2. A biografia de Jean Jacques Rousseau3

3. A doutrina Teísta de Rousseau 7


4. Suas obras 7


5. Trechos e frases de obras de Rousseau 9


6. Pedagogia – pressupostos básicos 10


7. Conclusão 12


8. Bibliografia 13






































1. Introdução
Jean Jacques Rousseau foi um dos mais considerados pensadores europeus no século XVIII. Sua obrainspirou reformas políticas e educacionais, e tornou-se, mais tarde, a base do chamado Romantismo. Formou, com Montesquieu e os liberais ingleses, o grupo de brilhantes pensadores pais da ciência política moderna. Enalteceu a “educação natural” conforme um acordo livre entre o aluno e o mestre, levando assim o pensamento de Montaigne a uma reformulação que se tornou diretriz das correntespedagógicas nos séculos seguintes. Foi um dos filósofos da doutrina que ele mesmo chamou de “materialismo dos sensatos” ou “teísmo” ou “religião civil”. Lançou sua filosofia não somente através dos escritos filosóficos formais, mas também em romances, cartas e na sua autobiografia.


2. A biografia de Jean Jacques Rousseau
Ele nasceu em Genebra, na Suíça, em 28 de junho de 1712, e faleceu emParis na França em 2 de julho de 1778. Filho de Isaac Rousseau e Suzanne Bernard. O pai era relojoeiro e sempre dependeu do que ganhava com o próprio trabalho para sustentar a família. Sua mãe era filha de um pastor da região, ela morreu poucos dias após o seu nascimento. Rousseau tinha um irmão mais velho que ele o qual ainda jovem abandonou a família. O pai se afastou quando ele tinha dez anos. Aose desentender com um cidadão que tinha certa influencia feriu-o no rosto e para que não fosse julgado injustamente saiu de Genebra. Rousseau então ficou sobre a tutela de seu tio, irmão de sua mãe.
Rousseau não teve educação regular senão por curtos períodos e não frequentou nenhuma universidade. Ainda na casa paterna leu muito. Seu tio logo o enviou para ser educado no campo, naresidência de um pastor protestante onde estudou latim e outras disciplinas. Aos doze anos começou a trabalhar em um cartório, onde inicia o aprendizado por questões legais com vistas a profissão de advogado. Rousseau não gostou do emprego e acabou sendo despedido. Também trabalhou em uma oficina de gravações, no entanto seu patrão era muito rude e Rousseau para se vingar das humilhações comete algunsfurtos e cunhando medalhas para presentear amigos e o que ganha ele emprega em alugar livros a uma senhora que mantinha esse negócio.
Aos dezesseis anos Rousseau perdeu o toque de recolher e passou a noite do lado de fora das portas da cidade, não quis se submeter aos castigos que o esperava e fugiu. Solicitou ajuda ao pároco católico que o encaminha a uma jovem senhora, comprometida em ajudarperegrinos com uma pensão que ela recebia do rei. Tratava-se de Louise ou Sra. Warens, como a chamava, uma senhora separada do marido, sem filhos que recebeu uma pensão em condição de converter-se ao catolicismo e praticar beneficências.
Louise, cerca de dez anos mais velha, é chamada também de “mamãe” por Rousseau, embora ele mantivesse uma paixão secreta por ela. A vida deles em comum...
tracking img