Rotas, redes e lugares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3888 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Património Cultural e Desenvolvimento

Rotas, Redes e Lugares

´

Discente: Luís Girão Fonseca

Índice
· Introdução · Cultura a Património Cultural 3

4

· Património Cultural através do tempo · Lugares em Redes e Rotas · Desenvolvimento com a integração · Conclusão · Bibliografia

6

8

10

12

13

Página 2

Introdução
Este trabalho tem como objectivo, abordar aposição dos lugares enquanto parte integrante de redes e rotas nestas novas funcionalidades que recentemente têm sido atribuídas aos mesmos, sendo um bom exemplo deste desenvolvimento a valorização e a preservação do património rural implementados pelo programa LEADER, levando a que o próprio património, ao ser conotado como símbolo de identidades, particularidades e saberes, se torne numa fonteinesgotável de possibilidades e iniciativas para o desenvolvimento local em meio rural, através da sua diversidade e da sua riqueza. Hoje em dia estamos na presença de um território onde alguma avidez imobiliária tem gerido os impulsos de desenvolvimento comercial e habitacional como resposta ao quase exclusivo turismo de massas, a que tenta responder este mesmo território, urge a necessidade desalvaguardar e revitalizar um património edificado nas suas componentes sociais, culturais, económicas e ambientais. As intervenções, descaracterizadoras do território, não integram os valores culturais pré-existentes, não respondendo assim ao conceito de desenvolvimento sustentável já defendido em 1987, como o «conjunto de acções que satisfazem as necessidades da geração actual, sem comprometer apossibilidade das gerações vindouras satisfazerem as suas próprias necessidades»1. O desenvolvimento económico das autarquias aliado às facilidades proporcionadas pelos programas comunitários e as mudanças nacionais e internacionais operadas nos conceitos de património e museu originaram inúmeras transformações, não só no panorama cultural mas também económico e social do país. Desenvolveu-se assim,a nível social uma crescente preocupação pela preservação do nosso património cultural que foi acompanhada por uma formação mais exigente dos seus intervenientes. A crescente preocupação pela preservação do património originou um turismo específico que levou ao nascimento do termo turismo cultural. Termo muito conhecido actualmente e que é a chave para o desenvolvimento económico e social daschamadas áreas deprimidas, ou seja, cidades, vilas e aldeias que sofrem do grande mal provocado pela sociedade urbana e cosmopolita dos finais do século XX; o despovoamento e a consequente perda de identidade cultural.

1 BRUNTLAND, G., Our Common Future: The World Commission on Environment and Development. Oxford: Oxford University Press, 1987.

Página 3

Cultura e Património Cultural
Nocontexto da modernidade do nosso tempo o património é potencialmente o recurso primário de uma industria potente, a indústria do turismo, e como tal deve o mesmo gerar acima de tudo riqueza. É também obvio que existe uma dimensão do património que tem a ver com a economia e o consequente gerar de recursos económicos, embora esta dimensão não deva ter um carácter de predominância. «A Cultura surge deum conjunto de traços distintivos, espirituais e materiais, intelectuais e emocionais que caracteriza uma sociedade ou grupo social. Ela abrange as artes e a literatura, estilos de vida, os direitos fundamentais dos seres humanos, sistemas de valores, tradições e crenças e dá ao homem a capacidade de reflectir sobre si mesmo. É a cultura que faz de nós seres especificamente humano, racionais,críticos e eticamente comprometidos, capazes de discernir valores e fazer escolhas. Através da cultura, o homem expressa-se e toma consciência de si mesmo, reconhecendo-se como projecto inacabado questionando as suas próprias realizações, procurando incessantemente novos significados para si.»2 Como refere BALLART HERNANDEZ (2001), a palavra património provem do latim; é aquele que provem dos pais....
tracking img