Romances indianistas resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (758 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CASTRO ALVES: POESIA SOCIAL: não apenas realizou uma poesia humanitária como participou ativamente de toda a propaganda abolicionista e republicana. Compreendeu o significado da educação em um paísconstituído por analfabetos e foi o primeiro dos grandes a valorizar a imprensa, o livro e a ilustração. Ele cantou todas as causas libertárias, mas ficou famosos pelos seus poemas abolicionistas.Seus poemas sociais são conhecidos como coondeiros. COOENDEIRISMO: O poeta que inebriar os jovens liberais com a força de um texto poético (metrificado). Cai na retórica, provocado pelo excesso verbal,antitees e hipérboles. O tom oratório tinha finalidade pedagógica que conscientizasse as massas. O poeta incrementava seus textos com uma poderosa sugestão visual e auditiva. Castro Alves NÃOconsidera o amor impossível, diferentemente de Gonçalves Dias. Ele não se importava em apresentar as ligações sentimentais de uma maneira viril, sensual e calorosa. Natureza e amor = expressões de desejosexual. Amor erótico, sensual e concreto. Linguagem simples. Em seus versos, confessa sua paixão às mulheres e as possui em clima de delírio. Ele não ultrapassa a superfície dos corpos e nada revela arespeito das verdades mais profundas da relação amorosa. ROMANCES INDIANISTAS: O Guarani. Iracema e Ubirajara. Forte influência de relatos de Chateaubriand (Atala) e, em especial, Fenimore Cooper.Os índios são os heróis da nascente nacionalidade pós-colonial. Os leitores do séc. XIX podiam se orgulhar de suas supostas origens americanas. Não foi o índio rebelde o celebrado por Alencar, mas simo índio que entrou em íntima comunhão com o colonizador. A exaltação dos índios ocorre somente quando os mesmos perdem a sua identidade e os seus valores. No caso de Iracema, soma-se ainda o viéspatriarcal da época. IRACEMA = poema em prosa, ritmo e a força de imagens próprias da poesia. Construiu uma alegoria perfeita do processo de colonização do Brasil e de toda a América pelos invasores...
tracking img