Rodin e"o pensador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2131 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As primeiras esculturas de Rodin foram feitas na cozinha de sua mãe, com massa que ela usava para fazer pão. A primeira obra de Rodin, O Homem de Nariz Quebrado (1864), não foi aceita no Salon de Paris. A justificativa do júri foi que a obra era um esboço, uma coisa inacabada. Toda a criação do escultor se basearia no conceito de "non finito". Ele se interessou principalmente pela obra deMichelangelo, mais precisamente pela escultura O Prisioneiro (1), que o mestre deixou inacabada.
*(1)- (escultura conhecida como RONDANINI e considerada um testamento do artista. Por longos intervalos, nos últimos onze anos de sua vida e ate o dia de sua morte, ele trabalhou nela. Aqui, Michelangelo não esta mais procurando beleza mas o mais profundo sinal de sofrimento em um homem. Da perfeição daPieta de são Pedro ao alcance final de sua marca inacabada o arco de sua vida se estendeu; a agonia da criação finalmente o forçou a definir o que não da pra se definir).

Na contemplação de fragmentos de esculturas clássicas, Rodin compreendeu até que ponto uma parte da obra era capaz de representar o todo dela. Suas obras mais célebres, O Beijo, que faz parte de uma série de esculturas realizadaspara a Porta do Inferno, do Museu de Artes Decorativas, O Pensador, da mesma série. Rodin conquistou fama em vida, e suas obras chegaram a ser as mais apreciadas no mercado de arte europeu e americano. O Pensador é a principal obra do escultor francês Auguste Rodin. A obra original, em bronze, foi criada em tamanho reduzido em 1880, mas em 1904 Rodin decidiu ampliá-la para 1,80 m. A intençãoinicial era representar Dante em frente dos portões do Inferno. Posteriormente, Rodin autorizou a produção de vinte réplicas da escultura.

A obra é uma figura gigante de um homem sentado, apoiando o queixo na mão. Ela simboliza o pensamento humano sobre a vida. A escultura tem 1,83 metros de altura, pesa 800 kg e é feita em bronze. Apoiada em um pedestal de 1,63 metros, chega a quase quatro metrosde altura.
O rigor técnico e a monumentalidade da obra são notáveis. Tecnicamente exprime a admiração que Rodin nutria por Miguel Ângelo. O próprio nu é entendido como um elemento de influência daquele gênio do Renascimento.
Numa breve reflexão sobre o significado desta obra, é impossível escapar à pergunta: em que pensa o pensador? Aquela imagem de meditação profunda, aquela atitude deintrospecção meditativa não apela, a meu ver, para o simples ato de raciocínio. Ele não pensa apenas com seu cérebro, suas narinas dilatadas e seus lábios cerrados, mas com cada músculo de seus braços, de suas costas e de suas pernas, com seu punho crispado e seus dedos contraídos, disse certa vez Rodin sobre sua obra que, ao contrário do que podemos imaginar, não nasceu grande. Talvez ele pense na naturezados próprios pensamentos. Porque pensar é também um ato que advém da alma e não apenas da inteligência. Na verdade, pensar é muito mais que raciocinar. O cérebro pode escravizar e alienar o ser humano, tanto quanto a sua dimensão física. Aquele que pensa eleva-se a um patamar muito acima do mundo físico e mesmo intelectual.
O pensador de Rodin está no extremo oposto ao homem físico, aohomem-músculo, primitivo e banal que vive no mundo vegetal da força bruta. No entanto, o Pensador eleva-se, ainda, acima do homem que pondera e calcula. Ele entrou no domínio da alma, o maior dos universos. Para lá do físico, para lá do cérebro está a alma, o espírito, a dimensão maior do Humano. O pensador de Rodin pensa e sente; talvez chore e ria; talvez o faça apenas dirigindo-se ao seu própriointerior. Porque a nudez do corpo nada diz sobre a imensidão do seu íntimo. A nudez exprime a dimensão estética; a reflexão explora toda a dimensão da alma.
Talvez hoje, mais de um século passado sobre a obra de Rodin, seja necessário pensar um pouco mais na inutilidade da dimensão física e na escravidão do raciocínio. Talvez o convite deste pensador seja o retorno ao universo imenso e encantador da...
tracking img