Rodeio crioulo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1079 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA



EDINA DA SILVA
LIONARA VOSNHAK
SERGIO LÖSCH
SHIRLEY SUDATTI
STEFAN ALBURQUERQUE




CTG JUCO RUIVO E
Rodeio Crioulo DE MARAILHA





















MARAVILHA
2012


[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTÓRIAEDINA DA SILVA
LIONARA VOSNHAK
SERGIO LÖSCH
SHIRLEY SUDATTI
STEFAN ALBURQUERQUE



CTG JUCO RUIVO E
Rodeio Crioulo DE MARAILHA






Trabalho apresentado ao Curso de História da UNOPAR Universidade Norte do Paraná, para as obtenção de conceito do 2 Semestre das disciplinas Teoria da História, Historiografia, Antropologia, Sociologia e História Medieval.
ProfessorCoordenador: Tiago Ledesma.








MARAVILHA
2012

INTRODUÇÃO


A realização deste trabalho relacionado ao Centro de Tradição Gaucho (CTG) Juca Ruivo tem como objetivo resgatar as tradições culturais herdadas pelos imigrantes gaúchos. Como historiadores buscamos entender o presente do povo que vive em Maravilha, e faz-se necessário resgatar o passado, neste aspecto as tradições gauchasestão internamente ligadas a este povo.
O trabalho que ora apresentamos busca identificar o que vem ser o CTG Juca Ruívo, e qual sua importância para a sociedade Maravilhense. Acreditamos que neste espaço as tradições são cultivadas e é de extrema importância para nós historiadores entendermos a formação e o desenvolvimento da sociedade Maravilhense em todos os seu aspectos, seja econômicos,políticos ou culturais.

DESENVOLVIMENTO


1.1 O QUE É O CTG? lionara

1.2 Quem Foi Juca Ruivo

Nascido em 22 de fevereiro de 1902, Juca Ruivo, ou José Joaquim Leal (seu nome de batismo), foi um poeta gaúcho, formado em engenharia na Escola de Engenharia Mackenzie em São Paulo. Lutou ao lado de forças maragatas na revolução que é deflagrada no Rio Grande do Sul em 1923, ondeadquire um ferimento no rosto que lhe tira a visão de um olho momentaneamente. Participa também da Revolução de Trinta e depois da Revolução Constitucionalista em 32. Neste tempo já havia começado a exercer sua profissão de engenheiro na construção de uma ferrovia na região das Missões, sucedendo depois uma série de trabalhos. Se casa em 48 e muda-se para Cunha Porã-SC, cidade vizinha de Maravilha, noano de 1950. Em 57 pública o livro “Tradição”, livro que enaltece a cultura gaúcha, pelo qual, junto com seus eventos e festas típicas, fica conhecido como grande propagador dessa cultura. Em 58 é inaugurado com seu nome civil o estádio de futebol maravilhense e em 68 o CTG de Maravilha, batizado com seu apelido, que foi obtido aos 10 anos por razão de seu cabelo de ruivo e de seu nome José, “JucaRuivo”. Morre aos 70 anos em 1972 na cidade de Porto Alegre, em decorrência de um enfarte. Levou ao túmulo seu velho desejo de morar em Maravilha, cidade que sempre admirou e onde foi sempre admirado.







1.3 Rodeio edina









Embora não tenha nascido em Santa Catarina, merece destaque pelo desenvolvimento que empreendeu no oeste. Nasceu em 22 de fevereiro de 19023,em Quarai, então Alegrete, RS. O poeta costumava dizer que nascera em 29 de fevereiro de 1904, e que o avô paterno José Joaquim Leal, herói da Guerra do Paraguai, teria feito registro com alteração da data - para 22 de fevereiro – com a intenção de fugir ao incômodo do ano bissexto e de prestar homenagem a George Washington. Em 1914 cursa o ginásio e o secundário em Porto Alegre. Integrou ali ogrupo literário conhecido como Grupo de Alegrete. Nessa época já tinha o apelido de Juca Ruivo, trazido dos dez anos, em face de chamar-se José e da cor ruana dos cabelos. Logo adotaria, nas tertúlias literárias e aos primeiros versos, a alcunha como nome artístico. Em 1920 convive em Porto Alegre com literatos gaúchos e colabora com a fundação da Estância da Poesia Crioula, sob a liderança por...
tracking img