Rochas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1100 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Rochas metamórficas e sedimentares podem ser levadas, por processo geológico, a condições diferentes daquelas que se formam uma rocha. Veremos o processo que dá início a esse tipo de rocha, exemplos de cada uma e os tipos de solo do estado do Mato Grosso do Sul.
* Rochas Metamórficas

Formam-se a partir de rochas existentes. Esse processo se dá por vários fatores físicos. Ometamorfismo pode levar a rocha a sofrer alterações apenas físicas como crescimento dos cristais, ocasionando novas texturas, ou alternações químicas como o surgimento de novos minerais por recombinação física e química em conjunto.

Metamorfismo: Meta = Mudança; Morpho = Forma

Tempo: Outro fator importante no metamorfismo é o tempo, o que nem sempre é fácil de compreender. Muitas rochas metamórficassão compostas por minerais silicatos, e os compostos silicatos são caracterizados pela sua lenta taxa de reação química. Recentemente, o estudo de granadas revelou que a sua taxa de crescimento foi de 1,4 milímetros por milhão de anos.
Os agentes responsáveis pelo metamorfismo são: temperatura, pressão e fluidos.
Principais rochas metamórficas são: quartzito, mármore, filito, micaxisto,cloritaxista, anfibólio-xisto e gnaisse e etc.
Quartzito: É uma rocha derivada de metamorfismo do arenito. Os grãos de quartzo da constituição original iniciam um crescimento na superfície, invadindo os interstícios, forma-se uma textura granular imbricada. A variedade flexível de quartzito é chamada itacolomita. Rochas de grande ocorrência no Brasil e que provem do metamorfismo dos arenitos
Arenito: Sãomuito empregadas em construções.
Itabirito: É uma variedade de quartzito que possui, além de quartzo, grande quantidade de homatia, às vezes lamelar. Rocha de transformação de sedimentos ferruginosos.
Mármore: Provém do calcário ou do dolomito. Os grãos microscópios de calcita recristalizam-se, formando cristais macroscópicos, apresentando uma aparência sacaroide, a cor é bastante variável,podendo ser branca, rósea, esverdeada ou preta.
Ardósia: Micro cristalina, cor de cinza à preta, boa xistosidade, mas somente perceptível pela boa divisibilidade, tão boa que pode formar grandes placas, usadas para lousas ou para telhados.
Gnaisse: (Ortognaisse: proveniente do granito/ Paragnaisse: proveniente do argilito)
Elevado grau de metamorfismo, com composição mineralógica variável.Filito: Micro a macro cristalino, cor prateada, cinzenta, esverdeada, até preta. Rochas também derivadas dos argilitos e siltitos, mas de grau de metamorfismo mais acentuado que as ardósias. São de xistosidade acentuada, compostas ponderadamente de sericita e quartzo.

Micaxistos: Rochas de grau mais avançado de metamorfismo do que os dos filitos. São constituídas normalmente de mica (muscovita,biotita) e quartzo.




* Rochas Sedimentares
O ciclo de transformação das rochas, o conjunto de fenômenos que ocorrem sob a influência dos agentes externos constitui o ciclo exógeno de transformações através do qual se formam as rochas sedimentares, este ciclo começa pelo intemperismo que decompõe quimicamente ou desintegramecanicamente as rochas mais antigas, transformando – as em sedimentos e solos.
Durante o intemperismo transforma as rochas em solos residuais formados por uma mistura de argila, areia e fragmentos de rocha. Esses materiais são transportados pelas chuvas, rios, ventos que finalmente os redepositam. Os depósitos formados são denominados sedimentos clásticos ou detríticos. Os dois tipos principais desedimentos que resultam do ciclo exógeno são os sedimentos químicos e os sedimentos clásticos.
Os sedimentos químicos - sofrem fenômenos de cristalização que dão origem a rochas mais duras, os sedimentos passam a sofrer processos como de litificação ou diagênese. Os mais importantes são: a compactação, cimentação e recristalização.
Compactação – redução volumétrica é causada principalmente pelo...
tracking img