Rochas ornamentais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7927 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE DE VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICO-FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UMA INDÚSTRIA DE MÁRMORE E GRANITO







Monografia apresentada ao Programa de Pós-Graduação lato sensu da Faccaci – Faculdade de Ciências Contábeis de Cachoeiro de Itapemirim como requisito para a obtenção do título de Especialista em Contabilidade Gerencial.MBA em Contabilidade Gerencial.

Orientador:








Sumário

1. INTRODUÇÃO 3
1.1 ORIGEM DO TRABALHO 4
1.2 IMPORTÂNCIA DO TRABALHO 5
1.3 OBJETIVOS 5
1.4. LIMITAÇÕES DO TRABALHO 6
2. EVOLUÇÃO DO MERCADO DE ROCHAS NO EXTERIOR 6
3. ANÁLISE DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL E NACIONAL 8
4. METODOLOGIA 13
5. ANÁLISE DE VIABILIDADETÉCNICA 14
5.1. ROCHAS ORNAMENTAIS 14
5.2. CARACTERÍSTICAS DO MÁRMORE E GRANITO 14
5.3. USOS DO MÁRMORE E GRANITO 15
5.4. PROJETO E PLANEJAMENTO 16
5.5. OS INSUMOS 16
5.6. TIPOS DE PROCESSOS 18
5.7. FASES DE TRATAMENTO DAS ROCHAS ORNAMENTAIS 19
5.8. O MERCADO CONSUMIDOR DE ROCHAS ORNAMENTAIS 23
6. ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA 25
6.1. INVESTIMENTO INICIAL 266.2. PREVISÃO DA DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 27
6.3. ÍNDICES ECONÔMICOS 34
6.4. GRAU DE ALAVANCAGEM OPERACIONAL 36
7. CONCLUSÃO 39
8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 41















INTRODUÇÃO


O município de Cachoeiro de Itapemirim, sul do estado do Espírito Santo, é o maior pólo de rochas ornamentais do Brasil. Segundo dados do Ministério doDesenvolvimento, no APL (Arranjo Produtivo Local) de Cachoeiro de Itapemirim existem cerca de 800 empresas atuando no setor.[1]
O setor de rochas ornamentais é composto pelas empresas que atuam na:
• Extração – onde é identificada uma pedreira e com autorização dos órgãos competentes, é feita a extração de blocos de mármore e de granito;
• Desdobramento – o desdobramento é o momentoem que, com o bloco que já foi extraído, a serraria faz a serragem desse bloco, transformando-o em chapas. Essas chapas normalmente são industrializadas nas espessuras de 2 centímetros ou 3 centímetros;
• Resinagem e polimento – estando as chapas prontas, elas passam por esses dois processos ou somente por um deles. A resinagem é feita normalmente em chapas que são destinadas ao mercadoexterior, onde nesse processo, a chapa ganha um brilho maior, devido a um produto chamado resina que é aplicado nela. O polimento é a fase onde é lustrada a chapa. É um processo de contato de abrasivos com as chapas, retirando toda a rudez das chapas, deixando-as lisinhas, e com brilho;
• Corte e acabamento – É o momento onde as chapas, normalmente já lustradas, passam por uma“marmoraria”, onde são cortadas e há um processo de acabamento, transformando-as em pias, lavabos, soleiras, pisos, bancadas, etc.
Por ser um pólo industrial de rochas ornamentais, foi reservado em Cachoeiro de Itapemirim, um local exclusivo para a implantação de empresas, onde são concedidos incentivos fiscais.[2]
Por ser um local exclusivamente preparado para indústria, ele está recebendovárias empresas do setor de rochas ornamentais. Como existem mais de 800 empresas no município de Cachoeiro de Itapemirim, os investidores tem receio de investir num setor que pode estar “inchado” de empresas. Após a crise econômica mundial de 2008, quando o setor de mármore e granito sofreu uma retração, sobretudo nas exportações, surge então o questionamento: ainda é vantajoso e lucrativo, investirnuma empresa ligada ao setor do mármore e granito? O presente trabalho pretende dar subsídio à decisão de implantação de uma indústria com a atividade de polimento de mármore e granito no distrito industrial de São Joaquim na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, através do estudo de viabilidade técnica e econômico-financeira.



1 ORIGEM DO TRABALHO


O presente trabalho surgiu...
tracking img