Rochas ornamentais trabalho completo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 61 (15004 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE DE FIGURAS

Figura 1 - Evolução das exportações brasileira de rochas ornamentais, desde o começo do século 21 ate o ano 2006. 11
Figura 2 - Lavra de Matacão. 15
Figura 3 - Lavra de Maciços rochosos 15
Figura 4 - Pedreira dinamitada. 16
Figura 5 - Cortes rochosos via Cunha. 17
Figura 6 - Fio Diamantado 17
Figura 7 - Flame jet 18
Figura 8 - Water jet 18
Figura 9 -Beneficiamento Primário 19
Figura 10 - Beneficiamento Secundário 20
Figura 11 - Tear para corte de rochas 22
Figura 12 - Serragem de blocos de Granito. 22
Figura 13 - Equipamento Talha-blocos 23
Figura 14 - Equipamento Talha-blocos 23
Figura 15 - Transformações 24
Figura 16 - Politriz Manual 25
Figura 17 - Máquina Multicabeçotes 25
Figura 18 - Placas em Granito sendo inseridas naPolitriz 25
Figura 19 - Maçarico de Flameamento 26
Figura 20 - Instalação de placas através de insertes metálicos. 34
Figura 21 - Gráfico da produção de pedras ornamentais no ano de 2007. 38
Figura 22 - Maiores exportadores mundiais de granito 40
Figura 23 - Maiores importadores mundiais de granitos 40
Figura 24 - Maiores exportadores mundiais de mármore 40
Figura 25 - Maioresexportadores mundiais de Mármore 41

ÍNDICE DE TABELA

Tabela 1– Escala de dureza de Mohs 27
Tabela 2 – Ensaios rotineiros de caracterização de rochas ornamentais e respectivas normas. 28
Tabela 3 – Especificações, segundo ASTM, para rochas ornamentais utilizadas no revestimento de edificações. 31
Tabela 4– Propriedades importantes para a escolha e utilização de rochas em revestimento, conforme oemprego. 32
Tabela 5– Indicação de materiais para assentamento das placas de rochas. 33
Tabela 6– Situações potencialmente degradadoras de rochas ornamentais e ensaios para previsão de desempenho. 35
Tabela 7– Condições para a realização de ensaio de resistência ao ataque químico. 37
Tabela 8 – Fluxo mundial comercial de rochas ornamentais 41

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 7
2 HISTÓRIA 8
3CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS 8
3.1 Rochas Igneas 9
3.1.1 Rochas Igneas Intrusivas 9
3.1.2 Rochas Igneas Extrusivas 9
3.2 Rochas sedimentares 9
3.2.1 Rochas sedimentares clásticas 10
3.3 Rochas Metamórficas 10
3.4 Composição química 10
3.4.1 Rochas Calcáreas 10
3.4.2 Rochas Silicosas 10
3.4.3 Rochas Argilosas 10
3.5 Classificação quanto à estrutura 11
3.5.1 Estratificadas 11
3.5.2 NãoEstratificadas 11
4 ROCHAS ORNAMENTAIS 11
4.1 Conceitos e definições 12
4.2 Qualidade das Rochas Ornamentais 13
4.3 Tipologia 13
4.3.1 Rochas Siliáticas – Granitos 13
4.3.2 Rochas Carbonáticas – Mármores e Calcários 14
4.3.3 Rochas silicosas-quartzitos 14
4.3.4 Rochas Silítico-Argilosas – Ardósias 15
4.3.5 Rochas Ultramáticas – Serpentinitos, Pedra-Sabão e Pedra-Talco 15
4.4 Extração 16
4.5Formas de Extração 17
4.5.1 Tecnologias de Cortes Cíclicos 17
4.5.2 Tecnologias de Corte Contínuo 18
4.6 Fases do Processo de Produção 20
4.6.1 Beneficiamento 20
4.6.2 Serragem 22
4.6.3 Acabamento de Superficies 25
4.7 Propriedades Petrográficas: 27
4.8 Propriedades físicas e mecânicas 27
4.9 Utilização e Critérios de Escolha 30
4.10 Transporte, Recebimento, Armazenamento e Movimentaçãono Canteiro 31
4.11 Especificações para o emprego das rochas ornamentais 31
4.12 Propriedades destacadas para mármores e granitos 32
4.13 Assentamento 33
4.14 Fatores de degradação das rochas 35
4.15 Manutenção das rochas 37
4.16 Resíduos 38
4.17 Mercado brasileiro 38
4.18 Mercado mundial 39
5 ENTREVISTAS 43
5.1 Na marmoaria 43
5.2 Na obra 44
6 CONCLUSÃO 46
REFERÊNCIAS 47
7 ANEXOS49
ANEXO 01 - Revista Arquitetura e Urbanismo 49
ANEXO 02 - REVISTA INFOROCHAS 57

1 INTRODUÇÃO
As pedras naturais são materiais que ocorrem comumente na natureza, e por esse motivo fazem parte da história da humanidade. O surgimento da pedra é de tanta importância que ela se insere na base de todas as culturas.
É visto nas construções erguidas ao longo do tempo, que as rochas são...
tracking img