Roberto gomes camacho e resumo da parte ii do que é sociolinguistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (391 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Camacho inicia seu artigo falando sobre a relação entre língua e sociedade, abordada pela Sociolinguística, e sobre as áreas de estudo específicas que lidam com linguagem e fatores sociais, citando aSociologia da Linguagem e a Etnografia da Comunicação. A área de interesse em que desenvolve seu estudo neste artigo é a Sociolinguística Variacionista (ou, Sociolinguística) que aborda a relaçãoentre a estrutura lingüística e a social, onde as variações derivadas do contexto social auxiliam na busca de respostas para problemas referentes à variação no sistema lingüístico.

A sociolinguísticacorrelaciona as variações de natureza lingüística (presentes na expressão verbal) a diferenças de natureza social, enxergando seus fenômenos como acontecimentos estruturados e regulares. Destamaneira, as escolhas lingüísticas feitas pelos falantes, produzindo variações, não ocorrem de forma aleatória, arbitrária e inconseqüente, mas sim de forma sistemática a regular, dentro da propriedade devariação.

Camacho nos fala sobre a variação entre /s/ (presença do fonema) e [Ø] (ausência do fonema /s/), que pode aparecer como indicador de plural, como, conforme citado pelo referido autor, em "oslivros / os livro", podendo aparecer também em nomes próprios, como "Carlos / Carlo", não marcando plural, podendo também ser eliminado. O autor considera também o fonema /s/ aparecendo em palavrascomo "ananás" e "arroz", ao podendo jamais, nestes casos, ser eliminado, pela falta de ocorrência na língua portuguesa de "ananá" e "arrô".

Cita também a diferença entre "meninas" e "Carlos" nasentença "Carlos enganou as meninas na troca de figurinhas", em que o /s/ final de "Carlos" não exerce função, sendo apenas um segmento fonológico, não sendo possível dizer o mesmo do de "meninas", em queo /s/ é indicador de plural. Os sistemas lingüísticos submetidos ao processo de variação fonológica que podem comprometer o aspecto semântico (como, no caso, a pluralidade), aparecem em maior...
tracking img