Ritmo na educação musical

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Apesar dos esforços que educadores e pesquisadores da área de música têm demonstrado nas últimas décadas, no sentido de promover mudanças em relação às abordagens pedagógicas, ainda é muito comum depararmos com situações tanto no ensino regular, quanto emconservatórios, que nos remetem às ideias propostas pela pedagogia tradicional; uma delas, por exemplo, é a inércia do corpo. Provavelmente, a recorrência de tais situações explique a dificuldade de se encontrar trabalhos acadêmicos que abordem o uso do corpo no processo de ensino- aprendizagem de música .
Através da presente pesquisa procuramos desvendar até que ponto o movimentocorporal, utilizado como integrante de um trabalho instrumental, contribui para a apreensão de conceitos como pulsação e dinâmica, e, também, se auxilia em questões relativas à performance e à criação .
Buscamos, então, investigar se houve ou não alguma contribuição por intermédio de uma comparação feita entre duas turmas, sendo que, uma delas, trabalhou, somente, cominstrumentos de percussão, e, a outra, fez o mesmo trabalho, porém, precedido por exercícios que envolvem o corpo .
A comparação, segundo Freire e Cavazotti (2007, p.28), é um procedimento de pesquisa considerado básico, assim como a observação, embora o primeiro seja, em muitas ocasiões, mais complexo que o segundo. Eles consideram importante ressaltar que “(..) a comparação,como método de pesquisa, não impõe julgamentos ou critérios de valor a partir dos procedimentos comparativos realizados “ (FREIRE e CAVAZOTTI, 2007, p.30) .
Para dar suporte ao trabalho com o corpo utilizamos os exercícios propostos pelo método “O Passo” (CIAVATTA, 2003). Estes exercícios estão devidamente descritos no anexo“B” . A fundamentação teórica do referido método encontra-se no capítulo que trata da revisão de literatura, assim como a contribuição de outros autores que, de uma forma ou de outra trouxeram mais subsídios para a elaboração desta monografia .
Foram ministradas dezesseis aulas (todas registradas em vídeo) : oito na turma “P”, que utilizou os exercícios do método “O Passo”(descritos no anexo B) antes do trabalho instrumental, e oito na turma “I”, que realizou apenas o trabalho instrumental. Sendo assim, para efeito de comparação, os procedimentos utilizados durante o trabalho com os instrumentos de percussão, em ambas as turmas, foram idênticos, e estão descritos no anexo A (Planejamento das Aulas).
O repertório utilizado (descrito no anexo A)foi determinado a partir da definição dos ritmos (descritos no anexo C), que foram escolhidos pelos alunos de ambas as turmas por intermédio de uma votação. Assim, apresentamos aos alunos algumas opções, e os ritmos mais votados foram os seguintes : rock, funk, samba, samba-reggae e baião.
Para completar as oito aulas em cada turma foi realizadamais uma votação ao final da 5ª aula, para que os alunos escolhessem quais ritmos deveriam ser repetidos nas últimas três aulas, e os mais votados foram o rock, o funk e o samba ; porém, esses três ritmos sofreram pequenas alterações em algumas de suas linhas rítmicas em relação às linhas usadas anteriormente.
Após a aplicação das dezesseis aulas foi realizada umaanálise comparativa entre as turmas envolvidas ( “P” e “I” ), com base nos seguintes critérios: domínio da pulsação e de suas variações; memorização e domínio da reprodução das linhas e células rítmicas; domínio, na performance, da dinâmica e de suas variações; domínio de técnicas de improvisação, com base em processos de repetição e variação.
A interpretação dos dados...
tracking img