“Riscos e impactos ambientais na area de expansão urbana”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1190 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]










“RISCOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA

AREA DE EXPANSÃO URBANA”







Trabalho de Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental. apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral na disciplina de Planejamento e Meio Ambiente; Planejamento Agroflorestal e Meio Ambiente,Planejamento Urbano e Ambiental, Saúde e Meio ambiente, Estatística e Indicadores Ambientais.


Orientador: Prof. Luciana Rodrigues Cardoso Trigueiro; William Luiz da Cunha; Kênia Zanetti; Thiago.












SUMÁRIO



1 INTRODUÇÃO..........................................................................................................1

2DESENVOLVIMENTO..............................................................................................2

2.2 NÃO RECICLAGENS.............................................................................................3

2.3 RECICLAGEM.......................................................................................................4

3CONCLUSÃO...........................................................................................................4

4 REFERÊNCIA...........................................................................................................5








1 INTRODUÇÃO



Hoje, as grandes e pequenas cidades têm mudado as características da ocupação e uso do solo, principalmente nas áreas de expansão. Para atender a grande demandaao crescimento urbano além da necessidade de se trabalhar com coeficientes de aproveitamento do solo cada vez maiores, as edificações têm ganhado em altura e em profundidade de subsolo. Se os dois primeiros aspectos são quase que naturais, pois respondem à fuga do homem do campo e ao próprio crescimento populacional, o segundo satisfaz, principalmente nos países pobres, onde o transportepúblico urbano é precário, à demanda cada vez maior de espaço para a guarda de veículos. Com a atual dinâmica dada à expansão urbana, vários problemas ambientais começam a surgir. Como executora dessa mudança faz-se necessário que a engenharia esteja preparada. Os problemas apontados nos leva a reflexão, contextualizando a responsabilidade das pessoas físicas, jurídicas e os governantes.O processo de urbanização brasileira está associado diretamente ao modo de produção capitalista. Os municípios preocupados em obter e utilizar-se do crescimento urbano, elabora projetos de pólos industriais e conjunto habitacionais no intuito de impulsionar a economia a partir da década de 1950, acelera o crescimento populacional. Migrantes vindos de cidades menores e ou do campo sãoatraídos por oferta de emprego e melhores condições de renda. Porém boa parte da mão-de-obra não é absorvida pelo mercado devido à falta de qualificação. Essa questão contribui para o agravamento dos contrastes sociais e econômicos, a disputa por espaços que ofereçam melhores condições de moradia e segurança, iniciando assim o processo de periferização. A população de menor poder aquisitivo como únicaalternativa, passa a habitar em locais menos valorizados pelo setor imobiliário, espaços carentes por equipamentos públicos de infra-estrutura. O descarte do lixo, resíduo da construção civil e a falta de esgotamento sanitário também são fatores condicionantes que contribuem para o agravamento dos impactos ambientais na área.
























2 DESENVOLVIMENTOOs problemas ambientais gerado pela expansão urbana dizem respeito tanto aos processos de construção da cidade e, portanto, às diferentes opções políticas e econômicas que influenciam as configurações do espaço, quanto às condições de vida urbana e aos aspectos culturais que informam os modos de vida e as relações interclasses. Nas parcelas da cidade produzidas informalmente, onde...
tracking img