Riscos químicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1896 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Riscos Quimicos 
 
Informações gerais
Definição
 
Os agentes químicos são produtos ou substâncias que possam penetrar no organismo pela via respiratória, nas formas de poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases ou vapores, ou que, possam ter contato ou ser absorvidos pelo organismo através da pele ou por ingestão.
 
Medidas de Controle
 
Sempre que forem identificados riscos potenciais àsaúde, deverão ser adotadas as medidas necessárias e suficientes para a eliminação, a minimização ou o controle dos riscos químicos existentes nos ambientes de trabalho. Medidas de proteção devem ser adotadas sempre que a concentração dos agentes químicos no ar atinja a metade do valor recomendado como LT (Limite de Tolerância), valor esse denominado “nível de ação”, de acordo com a NR-15 da Portaria3214/78. As ações devem incluir a adoção de medidas de proteção coletiva e individual, além da realização periódica de avaliações ambientais (medições) para o monitoramento da exposição, o controle médico sistemático e a informação aos trabalhadores.
 
Efeitos tóxicos
Efeitos sobre o organismo humano
 
Após penetrar no organismo, os agentes químicos podem provocar uma variedade de efeitostóxicos, incluindo efeitos imediatos (agudos) ou os efeitos a longo prazo (crônicos), dependendo da natureza do produto químico e da via de exposição. As partes do corpo mais afetadas são os pulmões, a pele, o sistema nervoso (cérebro e nervos), a medula óssea, o fígado e os rins.
 
Classificação dos efeitos
 
>> Irritantes e/ou corrosivos: provocam alterações na pele ou mucosas (cimento,ácidos, bases);
 
>> Sensibilizantes: produzem alergias (níquel, cromo, fibras sintéticas);
 
>> Asfixiantes: impedem o organismo de obter ou utilizar o oxigênio do ar atmosférico (monóxido de carbono (CO), cianetos);
 
>> Narcóticos: produzem inconsciência (clorofórmio, éteres, álcoois, acetonas);
 
>> Neurotóxicos: produzem alterações no sistema nervoso (anilina,chumbo, mercúrio, benzeno, solventes em geral);
 
>> Carcinogênicos: produzem tumores malignos (amianto, benzeno, cádmio, cromo);
 
>> Mutagênicos: produzem problemas hereditários (éteres de glicol, chumbo, benzeno);
 
>> Teratogênicos: produzem malformações no feto (substâncias radioativas).
 
Agentes mais comuns
Benzeno
 
O benzeno é um hidrocarboneto cíclicoaromático, líquido, incolor, volátil, com odor agradável de ameixa e altamente inflamável. É produzido, principalmente, pela destilação do petróleo ou na siderurgia (como produto secundário do coque metalúrgico). É utilizado nas indústrias químicas como matéria- prima para fabricação de plástico e outros compostos orgânicos e, nas indústrias da borracha e de tintas e vernizes como solvente. A intoxicaçãohumana pelo benzeno pode ocorrer por três vias de absorção: respiratória (aspiração por vapores), cutânea e digestiva. As intoxicações agudas caracterizam-se sobretudo pelos seus efeitos narcóticos. A exposição prolongada ao benzeno provoca diversos efeitos no organismo humano, destacando-se entre eles a mielotoxidade (leucopenia, anemia), a genotoxidade (alterações hereditárias) e a sua açãocarcinogênica (leucemias, linfomas). São conhecidos, ainda, efeitos sobre diversos órgãos como o sistema nervoso central, e os sistemas endócrino e imunológico. Pode ocorrer, também, toxicidade para o fígado e para os rins, mas os efeitos sobre o sistema sanguíneo são os mais importantes.
 
Solventes
 
Os solventes são substâncias ou compostos químicos capazes de dissolver outro material deutilização industrial. Geralmente, evaporam facilmente, são muitos inflamáveis e produzem importantes efeitos tóxicos. São utilizados como veículos para aplicar determinados produtos, tais como pintura, vernizes, lacas, tintas e adesivos assim como também em processos de eliminação tais como desengraxantes e agentes de extração. Os solventes mais comuns são o benzeno, tolueno, estireno, xileno,...
tracking img