Riscos no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1359 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Re: Riscos do frentista POSTO GASOLINAPostado por Gonçalves <waner.sg@hotmail.com> em 01/11/2010 11:09:17 em resposta a Riscos do frentista POSTO GASOLINA
186.210.1.***Mensagem: Bom dia Sr. Wilian;

Bom, encontra-se na sua caixa de entrada as FISPQ dos principais produtos encontrados nos postos de abastecimento, analise-as para fazer seu trabalho.

Veja bem, hoje o Vilão benzeno estásendo banido de muitos produtos, mas ainda pode ser encontrado na gasolina, este elemento químico pode atinge o fígado, rins, pulmão, coração e cérebro e pode causar quebras da cadeia de DNA , provoca danos cromossômicos, etc. Ainda pode conter na gasolina: Tolueno, Xileno, Chumbo e outros metais, na saúde pode desencadear também o Saturnismo e ou Plumbemia.

Tomei os cuidados de deixar umnotíciário colhido na internet, segue abaixo:

Suspeita de contaminação
(11/01/2006 - 20:16)

Cidades

SAÚDE

Delegacia Regional do Trabalho abre investigação para avaliar a saúde dos empregados dos postos de combustíveis do Distrito Federal. Dois frentistas podem ter sido intoxicados por benzeno

Samanta Sallum
Da equipe do Correio
RISCOS DE SAÚDE FUNCIONÁRIOS
Cerca de quatro milfuncionários de postos de combustíveis no Distrito Federal estão sob o risco de terem problemas de saúde por causa do benzeno, produto químico adicionado com freqüência à gasolina. Ele é altamente tóxico e cancerígeno. Alguns frentistas já manifestaram sintomas de contaminação, o que chamou a atenção da Delegacia Regional do Trabalho (DRT). O órgão abriu investigação na semana passada sobre o caso, paraidentificar com precisão quantos trabalhadores podem estar doentes. O que mais preocupa os técnicos da delegacia é a divergência de laudos médicos. Em um caso, o resultado do exame, pago pelo posto, aponta o funcionário apto para o serviço. Mas análise feito em hospital público apresenta outro diagnóstico.

O Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados do Petróleo no DFreivindica que os patrões, ou seja, os donos de postos, providenciem a realização de hemograma (exame de sangue) completo nos funcionários pelo menos uma vez a cada seis meses. 'É preciso que os frentistas façam o exame periódico para detectar, a tempo, sintomas de possíveis contaminações', diz o p residente da entidade, Raimundo Miquilino da Cunha. 'O sindicato estava homologando acordos demissionais combase em laudos médicos que eu não confio mais', emenda.

O frentista Geraldo Silva de Lucena, 60 anos, trabalhou 21 anos em postos de gasolina. Aposentado desde o ano passado, descobriu recentemente que o nível de plaquetas no sangue está bem abaixo do normal. Desde então, se submete a uma série de exames no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). 'Sentia muita fraqueza, mas achava que era sócansaço do trabalho', recorda. Em análise de clínica particular, contratada pela empresa onde trabalhava, Lucena aparece como apto para o serviço. A conclusão é de agosto de 2004. Meses depois, em dezembro, hemograma do HRT revelou o baixo nível de plaquetas.

A situação do colega Raimundo Paulo Cândido, 45 anos, é semelhante. O trabalhador se revolta quando lembra que o médico da empresa ondetrabalhava, por diversas vezes, disse que ele estava bem de saúde, em condições de trabalho. 'O exame é muito superficial, não passa de uma conversa', reclama. Cândido tem que tomar remédios para elevar o nível de plaquetas no sangue. Faz tratamento há seis meses. 'Sentia muito tontura, coceira no corpo e também fraqueza nas pernas', conta. Casado, pai de três filhos, trabalha há 22 anos comofrentista.

Investigação
'Esse é um problema que atinge os trabalhadores do setor em todo Brasil. Nós, aqui, no Distrito Federal, não podemos ser omissos. Vamos investigar para tomar as MEDIDAS PREVENTIVASmedidas necessárias como, por exemplo, garantir a realização dos exames de sangue', garante o delegado regional do trabalho, José Pedro Alencar. Ele explica que laudos são necessários para...
tracking img