Risco ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1385 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Risco Ambiental
As demandas globais atuais vêm sugerindo que as organizações devem adotar novas práticas de gestão através do de políticas ambientais e de responsabilidade social buscando criar, desta forma, cenários econômicos mais sustentáveis.Para tanto, são necessárias políticas que integrem a gestão empresarial à gestão do território. Um dos caminhos que vêm sendo propostos é o dagestão participativa através da inserção da comunidade em questões que lhes concernem diretamente, como é o caso do meio ambiente e dos riscos ambientais. Este trabalho tem por objetivo propor um modelo de gestão interdisciplinar e participativa de análise sócio-espacial de risco ambiental para os Planos de Controle da Emergência dos
Portos Organizados. A metodologia foi estabelecida através dainter-relação dos saberes de duas grandes áreas, a das ciências naturais das ciências humanas. Para a avaliação do risco ambiental foi criado um modelo de análise sócio-espacial onde os resultados, numa etapa futura, deverão ser discutidos e validados com as partes interessadas. A análise técnica do risco ambiental foi baseada na observação in situ dos seguintes aspectos:
(a) proximidade dasáreas urbanas e de grandes adensamentos populacionais;
(b) potenciais conflitos de usos com outras atividades;
(c) extensão geográfica da atividade;
(d) vulnerabilidade dos ecossistemas existentes;
(e) a presença de Unidades de Conservação.
Foi verificado que os níveis mais altos de risco representam os empreendimentos que possuem uma alta vulnerabilidade espacial diante da presença defatores naturais e sociais. Dessa forma, foi evidenciado que os portos de Paranaguá e Santos apresentaram níveis de risco ambiental mais elevado. Este modelo avaliou diferentes níveis de percepção de risco ambiental nos portos organizados, sendo um modelo de alerta para vulnerabilidade sócio-espacial.

|Apesar de ser difícil a sua conceituação, o risco é inerente a nossa vida diária e emtodas as decisões que tomamos. No |
|tempo do homem da caverna, ele já tinha que levá-lo em conta cada vez que saía para caçar animais para o seu alimento. |
|Também nos planos estratégicos de guerra são levados em conta até a humilhação das perdas das viúvas para os vencedores, há|
|milhares de anos atrás. O estudo ou análise de riscos significa coisas diferentes para pessoasdiferentes, por exemplo, o |
|risco financeiro de se aplicar na bolsa de valores, o risco das empresas de seguro, as fatalidades de um acidente de uma |
|planta de energia nuclear, o risco de câncer associado com as emissões poluidoras da indústria ou até de se fumar por 5 |
|anos um determinado tipo de cigarro. Todos estes exemplos se mostram, apesar de muito diferentes um dos outros, comonoções|
|mensuráveis do fenômeno chamado risco. De forma unificada podemos definir o estudo de risco como um processo de estimativa |
|da probabilidade de ocorrência de um evento e a magnitude provável de seus efeitos adversos (econômicos sobre a saúde e |
|segurança humana, ou ainda ecológico) durante um período de tempo especificado. Dentro das várias facetas do risco podemos ||ainda exemplificar os danos econômicos de uma contaminação do subsolo nos centros industrializados do país, danos |
|econômicos à área turística dos 8.500 km de extensão do nosso litoral por vazamento de óleo ou limpeza de tanques de |
|navios, vazamentos ou estouros de tanques ou reatores de indústria química, aplicação inadequada de pesticidas com |
|conseqüentecontaminação de alimentos com danos sobre a saúde dos consumidores e seus gastos decorrentes. |
| |
| |
|TIPOS E INDICADORES DE RISCO...
tracking img