Rio mondego

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio Mondego
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Se procura outros significados da palavra, consulte Mondego.
localização no mapa

Percurso do Mondego
Mondego |

O Mondego em Coimbra |
Comprimento | 234 Km |
Nascente | Serra da Estrela |
Altitude da nascente | 1425 m |
Foz | Figueira da Foz -Atlântico |
Área da bacia | 6.644 km2 |
País(es) |  Portugal |
O Mondego é um rio de Portugal, o mais importante de todos os que têm o seu curso exclusivamente em território português.
Índice[esconder] * 1 Sumário * 2 Aspectos físicos e naturais * 2.1 Curso do rio * 2.2 Bacia hidrográfica * 2.3 Cheias * 2.4 Ecologia * 3 Aspectos humanos * 3.1 Origem do nome * 3.2 Transportes e turismo *3.3 Navegação * 3.4 Aproveitamento hidroeléctrico e hidroagrícola * 3.5 Atravessamento * 4 Desporto * 5 Cultura * 5.1 Literatura * 5.2 Música * 6 Referências * 7 Ver também * 8 Ligações externas |
[editar] Sumário
O Rio Mondego é o quinto maior rio português e o primeiro de todos os que têm o seu curso inteiramente em Portugal. Nasce na Serra da Estrela etem a sua foz no Oceano Atlântico, junto à cidade da Figueira da Foz. É o rio que banha a cidade de Coimbra.
Antigamente, o rio Mondego era navegável. Os barcos (denominados 'barcas serranas') que vinham do Oceano Atlântico iam até Coimbra e os mais pequenos chegavam a ir mesmo até Penacova.
[editar] Aspectos físicos e naturais
[editar] Curso do rio
O rio Mondego tem um comprimento total de234 quilómetros[1]. A sua nascente situa-se na Serra da Estrela, no concelho de Gouveia, no sítio de Corgo das Mós (ou ‘’Mondeguinho’’), a uma altitude de cerca de 1425 metros[2]. No seu percurso inicial, atravessa a Serra da Estrela, de sudoeste para nordeste, nos concelhos de Gouveia e Guarda. A poucos quilómetros desta cidade, junto à povoação de Vila Cortês do Mondego, atinge uma altitudeinferior a 450 metros. Nesse ponto, inflecte o seu curso, primeiro para noroeste e depois, já no concelho de Celorico da Beira, para sudoeste. Aqui se inicia o seu curso médio, ao longo do planalto beirão, cortando rochas graníticas e formações metamórficas. Depois de atravessar o concelho de Fornos de Algodres, o rio Mondego serve de fronteira entre os distritos de Viseu, a norte, e da Guarda e deCoimbra, a sul. Assim, delimita, na margem norte, os concelhos de Mangualde, Seia, Nelas, Carregal do Sal, Santa Comba Dão e Mortágua, enquanto que na margem sul serve de limite aos concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Penacova e Vila Nova de Poiares. Entre Penacova e Coimbra, o rio percorre um apertado vale, num trajecto caracterizado por numerosos meandros encaixados. Depois de se libertar dasformações xistosas e quartzíticas, e já nas imediações da cidade Coimbra, o rio inaugura o seu curso inferior, constituído pelos últimos quarenta quilómetros do seu trajecto e cumprindo um desnível de apenas 40 metros de altitude. Nesta última etapa, percorre uma vasta planície aluvial, cortando os concelhos de Coimbra, Montemor-o-Velho e Figueira da Foz, onde desagua, no Oceano Atlântico. Junto àsua foz forma-se um estuário com cerca de 25 km de comprimento e 3,5 km2 de área[3]. Nos últimos 7,5 km do seu troço desdobra-se em dois braços (norte e sul), que voltam a unir-se junto à foz, formando entre si a pequena ilha da Murraceira.
[editar] Bacia hidrográfica
O rio Mondego drena uma bacia com uma área total de 6644 km2, tem uma orientação dominante Nordeste-Sudoeste,. A bacia ocupa osegundo lugar em área entre os rios cujas bacias se situam totalmente em território português. Ao longo do seu percurso recebe as águas de rios seus afluentes como o Dão, o Alva, o Ceira, o Ega (ou Rio dos Mouros) e o Arunca, entre outros de menor importância.

O rio Mondego em Penacova, Portugal
Grande parte do percurso, até Coimbra, (chamado Alto Mondego) faz-se através de um vale bastante...
tracking img