Ricardo Eletro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2218 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
 1°HISTORIA
Ricardo Nunes desde criança já adorava vender e ganhar seu dinheiro. Pegava mexerica da roça de seu pai, montava uma banquinha e vendia. Quando começaram a surgir concorrentes, ele fazia promoções e cobria qualquer oferta (e não por acaso, hoje, esse é o seu lema que está registrado em cartório). Com 17 anos, pediu para sua mãe emancipá-lo, pois queria abrir sua própria empresa.Vendeu seu carro e comprou uma loja de 20 metros quadrados com um estoque de roupas que saiu vendendo pelas cidades vizinhas para juntar mais dinheiro e abrir, definitivamente, a Ricardo Eletro. Como várias pessoas, Ricardo saia de Minas e vinha para São Paulo na Rua 25 de Março para comprar pelúcias e vários artigos de presentes para revender em sua loja e por incrível que pareça, apesar do nome,não havia nenhum eletrodoméstico. Os clientes achavam estranho e perguntavam: “Sua loja chama Ricardo Eletro, mas não têm eletrodomésticos!”. E Ricardo respondia sem titubear: “Ainda não tenho, mas em breve terei!”. Na realidade, ele já havia estabelecido sua visão de futuro e sabia que a venda de outros produtos era um meio para conseguir dinheiro para colocar as mercadorias que desejava. Após 20anos, o sonho daquele garoto empreendedor se transformou em 260 lojas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Alagoas, Goiás e Distrito Federal.Segundo Artigo: Em menos de duas décadas, o mineiro Ricardo Nunes, de 38 anos, fez da Ricardo Eletro uma das dez maiores redes de varejo de eletrodomésticos do país a partir de sua cidade natal, Divinópolis.Sem formação superior,Ricardo Nunes entrou no mundo do varejo ainda garoto. Depois de perder o pai, aos 12 anos, passou a acompanhar a mãe nas viagens que ela fazia a São Paulo para comprar bijuterias para revender em Minas Gerais. Hoje, a Ricardo Eletro é líder em seu estado e um dos varejistas que mais crescem no Nordeste, Ricardo Eletro fechou em 2007 com 240 lojas e faturamento de 2 bilhões dereais. Neste depoimento a EXAME PME, Ricardo Nunes conta um pouco da trajetória que levou a Ricardo Eletro a um crescimento médio de 50% ao ano desde 2003 e fala sobre seus planos para o futuro. Abri minha primeira loja em Divinópolis, no interior de Minas Gerais, quando tinha 20 anos. Coloquei um aviso na porta:
“Cobrimos qualquer oferta de eletrodoméstico do Brasil”. Mas a maior parte doestoque não era de eletrodomésticos. Era de brinquedos. Eu vendia os eletrodomésticos portáteis abaixo do custo. O lucro dos brinquedos, principalmente ursinhos de pelúcia, compensava o prejuízo. Com isso, fui formando volume na venda de eletrodomésticos portáteis. Três meses depois, abri a segunda loja, na qual passei a vender geladeiras, fogões e televisores comprados de atacadistas. Após seis meses,montei a terceira loja. Só consegui escapar dos atacadistas e comprar direto dos fabricantes quando montei a quarta loja, em Nova Serrana, também no interior de Minas. Aos poucos, abri filiais nas cidades próximas. Em 1996, inaugurei a primeira filial em Belo Horizonte. Como nos tempos dos ursinhos de pelúcia, vendia mais barato em Belo Horizonte e compensava as perdas com o que ganhava nas outrasnove lojas do interior. Investia boa parte do lucro em publicidade e, com isso, passei a crescer em Minas. A forma para concorrer com as redes maiores foi atacar com preço baixo. Mas para fazer isso é preciso ter custo menor que o da concorrência. Por isso, a estrutura aqui é pequena. Economizamos até no cafezinho. Se for preciso acordar 5 da manhã para pegar um vôo mais barato, eu acordo.Cheguei à conclusão de que manter entrega própria, por exemplo, era muito caro. Hoje, nossa frota é terceirizada. Só não economizamos em publicidade. Não adianta baixar o preço se ninguém souber que você está vendendo barato. Um dos segredos da Ricardo Eletro é que a empresa inteira é orientada a negociar com o cliente e cobrir as ofertas dos concorrentes. Os vendedores são treinados para isso....
tracking img