Revolução industrial suas fases e consequencias

Índice

Introdução..........................................................................02
Pioneirismo Inglês..............................................................03
Revolução Comercial.........................................................05
Primeira fase da Revolução...............................................06
Segunda fase darevolução...............................................08
Terceira fase da Revolução...............................................11
Consequências da Revolução...........................................12
Conclusão .........................................................................13
Comentário ........................................................................14
Bibliografia........

Introdução
A partir doséculo XVIII, profundas alterações tecnológicas são iniciadas pela humanidade, e sua importância é de tal magnitude que foi chamada de Revolução Industrial, a revolução industrial surgiu como uma bola de neve em aceleração crescente e alcançou todo seu ímpeto a partir do sec. XIX. Teve seu inicio na Inglaterra em meados do sec.XVIII, aproximadamente no ano de 1750, devido a uma serie de transformaçõesno processo de produção de mercadorias. Esse processo modificou completamente toda estrutura social e comercial da época, provocando profundas e rápidas mudanças de ordem econômica, política e social.
Nessa época ocorre uma série de invenções cujo ponto central é a utilização do vapor como força motriz o que acelerou o processo de fabricação dos produtos principalmente na área têxtil .Neste período houve uma mudança do processo artesanal e manufatureiro, para o processo fabril ou, processo de maquinofatura. Esse processo de transição foi um dos principais fatores da revolução. Este fato encerrou o processo de transição do “feudalismo” para o “capitalismo”, nesse período a Inglaterra ficou conhecida como “Oficina do Mundo”.
A revolução caracteriza-se pela passagem damanufatura à indústria mecânica. A introdução de máquinas fabris multiplica o rendimento do trabalho e aumenta a produção global. A Inglaterra adianta sua industrialização em 50 anos em relação ao continente europeu e sai na frente na expansão colonial. Entre as principais características da sociedade industrial, podemos citar: a organização das mais diversas atividades humanas pelo capital; apredominância da indústria na atividade econômica e o crescimento da urbanização
No século XVIII, o espírito investigativo dos cientistas e filósofos iluministas catapultou a busca pelo conhecimento em patamares nunca antes observados. Não por acaso, o desenvolvimento de novas máquinas e instrumentos desenvolveram em território britânico o advento da Revolução Industrial. Em pouco tempo, amentalidade econômica de empresários, consumidores, operários e patrões fixaram mudanças que são sentidas até nos dias de hoje. Enquanto na Idade Media o artesanato era a forma de produzir mais utilizada, na Idade Moderna tudo mudou. A burguesia industrial, ávida por maiores lucros, menores custos e produção acelerada, buscou alternativas para melhorar a produção de mercadorias. Também podemos apontaro crescimento populacional, que trouxe maior demanda de produtos e de mercadorias.

Pioneirismo Inglês
O pioneirismo se deve a vários fatores, como o acúmulo de capitais e grandes reservas de carvão. Com seu poderio naval, abre mercados na África, Índia e nas Américas para exportar produtos industrializados e importar matérias-primas. Ao longo dos séculos XVI, XVII E XVIII, houve oacúmulo de capitais em mãos de um pequeno grupo investidor. Esses capitais provinham do comércio colonial, do contrabando, do tráfico de escravos, de transações com outros países. Esses capitais eram igualmente acumulados através de operações no setor da produção agrícola. Esses capitais não eram atingidos por tributos elevados e desde o século XVII dispunham de uma empresa bancária sólida o...
tracking img