Revoluão industrial

Páginas: 6 (1465 palavras) Publicado: 4 de outubro de 2011
Será que conhecemos o fundamento do Movimento GLBT, as razões dessa luta por um ideal?

[pic]Quando nos deparamos com a situação do movimento de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros (GLBT) no Brasil (o maior movimento social do país) ou no restante do mundo, particularmente nos últimos dez anos, nos salta aos olhos seu distanciamento de um debate político mais aprofundado e sua quaseaversão ao restante das lutas sociais.
Para o movimento homossexual, o divisor de águas nesta história foi a rebelião de Stonewall, um bar em Nova York freqüentado por gays, lésbicas e travestis, que sofria freqüentes investidas policiais marcadas por forte repressão.
Foi neste local que, no dia 28 de junho de 1969 (transformado, desde então, em Dia do Orgulho GLBT), irrompeu uma batalha campal quedurou quatro dias e marcou a virada do movimento para a resistência aberta à opressão.
No mesmo ano, surgiu, na Argentina, o grupo “Nuestro Mundo”, composto por ex-militantes do Partido Comunista, que haviam sido expulsos exatamente por serem gays.
Uma parte de seus membros era formada por dirigentes sindicais e suas atividades eram voltadas para a classe trabalhadora.
No restante da AméricaLatina, a história não foi muito diferente. No decorrer dos anos 70 e 80, muitos dos dirigentes das organizações de homossexuais que começaram a surgir no subcontinente eram ativistas, líderes, membros ou dissidentes de partidos comunistas e grupos de esquerda.
Influenciados pelo clima de questionamento dos modelos burgueses de conduta que marcava o período posterior a 1968, surgiram grupos gays noMéxico, Porto Rico e vários outros países.
Em diversos casos, o discurso, programa e mesmo o linguajar destes grupos deixavam claros sua herança e vínculo com a esquerda e as lutas sociais do momento.
Na Argentina, posteriormente ao “Nuestro Mundo”, surgiu a “Frente de Liberação Homossexual da Argentina”, que vinculava a luta pela libertação nacional do jugo do imperialismo à libertação do corpodas relações mercantilistas impostas pelo Capital.
A onda revolucionária que atravessou a América Central no período da Revolução Nicaragüense de 1979 também formou uma geração de ativistas gays e lésbicas naqueles países.
No Brasil, quando da fundação do PT em 1981, a corrente trotskista “Convergência Socialista” (principal grupo que deu origem ao PSTU, em 1994) desenvolvia um importante papelna organização do setor em torno de uma perspectiva classista e socialista.
A relação do movimento homossexual nas décadas de 70 e 80 com a esquerda e as lutas sociais é inegável, e esta é uma importante lição para o movimento GLBT de hoje. É importante lembrar, contudo, que a maioria da esquerda nem sempre foi tão receptiva com gays e lésbicas.
A Revolução Russa de 1917 trouxe os maiores avançosda história em relação à homossexualidade, que foi totalmente descriminalizada. Superior, inclusive, à atual legislação de países como Espanha, Holanda e Canadá (considerados os mais progressivos hoje). Contudo, após a morte de Lênin e a ascensão de Stálin ao poder, todos os avanços se reverteram em retrocessos.
Criando e incentivando a ideologia de que a homossexualidade era uma degeneração docapitalismo, associada à decadência moral da burguesia, o stalinismo contaminou boa parte do movimento revolucionário com sua homofobia.
No decorrer do processo de democratização nos países latino-americanos e conforme o movimento gay e lésbico foi ganhando espaço, essas posições foram se abrandando na forma. Porém, não foram completamente extintas.
No decorrer dos anos 80 e 90, impulsionado poruma série de fatores – inclusive a reação aos ataques e ao aumento do preconceito decorrentes do surgimento da epidemia da Aids – o movimento GLBT seguiu crescendo e se afirmando, ainda que cada vez mais distante da esquerda.
Contudo, esse crescimento foi fortemente influenciado pelo vendaval oportunista dos anos 90, que abalou as organizações marxistas e lançou descrédito sobre o projeto do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • governo setembrista, cabralismo(carta constitucional),revoluao industrial
  • Revoluão
  • Revoluão americana
  • Revoluão russa
  • A Era Industrial
  • industrial
  • a industrial
  • Industrial

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!