Revoltas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2991 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é revolta? Como a construção da identidade negra teve relação com as revoltas dos século XIX? Revolta é um sistema político-militar em que um conjuntos de pessoas decidem não mais considerar ordens ou o poder legitimado/estabelecido. O período regencial é conhecido como o mais conturbado do país, diversos grupos político disputavam o controle do governo; entre eles: os que se preocupavamem melhorar a vida dos mais indigentes e como voto para todos, conhecidos como Exaltados; um outro grupo sabido como Moderados que queriam a continuação da monarquia e voto só para a classe dominante; e por último os que defendiam a volta de D. Pedro I, que abdicou ao trono partindo para o exílio em 1831, chamados Restauradores. As elites desejavam aumentar seus poderes a qualquer custo e grandeparte da população sofriam com as más condições de vida.
Nesse período várias revoltas afligiram o governo regencial, entre elas as envolvendo escravos em busca de liberdade. Citaremos algumas delas: A setembrada e a novembrada em Pernambuco de 1831, Revolta de Campinas de 1832, Revolta das Guanais em Salvador na Bahia de 1832-1833, A insurreição do Crato (1832), Revolta de Santo Antão (1832), revolta das Carrancas de 1833 em MG, O levante de Ouro Preto em 1833, Cabanagem província Grã-Pára de 1835 a 1840, As Carneiradas em Pernambuco 1834 a 1835, A revolta dos malês em 1835 em Salvador-BA, A Anselmada de Franca-SP em 1838, Balaiada no Maranhão de 1838 até 1841, A Sabinada de 1837 a 1838, A revolta de Manoel Ganzo em Vassouras em 1838, de 1835 a 1845 a Guerra das Farropilhas no RioGrande do Sul e a Revolta de Sobral em 1840. Com tanta sublevação é incrível acreditamos ataques , talvez pelo poderio bélico , ou ainda pelo serviço de inteligência infiltrada em todas as camadas da população , inclusive a escrava, em forma de delatores. Mas, contudo foi o período em que se constituía a identidade de brasileiro em um movimento contínuo de construção e desconstrução dentro de umprocesso conturbado de firmação desde a independência do Brasil.
Para Caio Prado , a partir da chegada da Corte é traçada a independência do Brasil, que nada mais foi do que uma simples substituição de poderes para as classes superiores da ex-colônia, que afastou o povo completamente desse alinho político. As únicas disputas dessa “independência” se deram com a chegada da família real e asprovidências tomadas no período de D. João , em 1808, além das disposições de interesses , coações internas e inglesas ; tal processo foi praticamente tranquilo e manteve a organização política e social na totalidade incólume. As sedições do final do século XVIII e começo do XIX, expunham a debilidade do sistema colonial, contribuindo com a separação definitiva entre Brasil e Portugal.
Aindependência também foi preparada, segundo Caio Prado, a partir da abertura dos portos com a chegada da Corte portugueses ao Brasil. Em 1820, explode um movimento liberal e antiabsolutista em Portugal com o objetivo de fazer o Brasil regressar a situação de colônia onde conseguiram apenas a volta de D. João VI , imediatamente depois de jurar lealdade a Constituição Portuguesa. Até o final de 1821 asituação do Brasil fica indefinida deixando um ímpeto de desassossego pelo medo da recolonizarão e exploração revolucionária que só foi amenizada quando D. Pedro decidiu ficar no Brasil e desobedecer as Cortes da Lisboa; o aprofundamento aumentou em 1822 quando D. Pedro ordenou que os decretos das Cortes não deveria ser executado sem seu “ Cumpra-se”, chegando o ponto mais intenso em 7 setembrode 1822 ; com o processo de libertação iniciada em 1808, tal sistema passou desapercebido pelo maioria da população que ficava distante dos principais centros.
A autonomia do Brasil não teve grande influência para Sérgio Buarque de Holanda, pois teria sido a continuidade do colonialismo no imperialismo, houve apenas uma mudança de poderes , isto é, o poder passou para as elites agrárias....
tracking img