Revista em biociencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A grande questão é como conciliar os quatro objetivos. Embora todos sejam importantes, o cumprimento de um deles pode implicar no descumprimento de outros. Por exemplo: o governo brasileiro, atualmente, tem priorizado a redução da inflação.

A questão é que, para reduzir a inflação, o governo pode se valer de medidas que atrapalham o crescimento econômico! Exemplo: aumento das taxas de juros.Para entender melhor o papel dos juros, assista ao vídeo abaixo:
Pode-se observar, ao assistir ao vídeo, que há uma pressão sobre o governo para redução das taxas de juros. Isso porque, ao reduzir os juros, estimula-se o consumo das pessoas, o que "aquece" a economia e gera crescimento econômico. Porém, quando muita gente começa a comprar demais e as empresas começar a vender mais do que conseguemproduzir, há uma tendência para que os preços aumentem; em outras palavras, pode ocorrer inflação!
Outro exemplo de política econômica é a recente redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Assista ao vídeo abaixo, sobre o tema:
Ao reduzir alguns impostos, o governo também "aquece" a economia, pois estimula a venda de carros. Com isso, menos pessoas ficam desempregadas e o paísexporta mais. Podemos observar três objetivos de política econômica cumpridos nessa situação: estímulo ao emprego e ao crescimento econômico, melhoria da distribuição da renda (indiretamente) e melhoria das contas externas (via exportações). Porém, o efeito negativo é novamente a possibilidade de aumento da inflação. Notem que o vídeo abordou a redução do IPI dos automóveis. Mas, nas semanasseguintes, o governo reduziu o IPI de eletrodomésticos e de materiais para construção.
Mas por que a inflação é ruim? Veja a imagem abaixo:

A imagem ilustra o efeito da inflação sobre as pessoas: a corrosão do poder de compra. Mas como isso acontece? Em resumo, quando os preços sobem, os salários das pessoas não sobem na mesma proporção ou no mesmo momento. Com isso, o poder de compra das pessoasdiminui, pois com o mesmo valor em dinheiro, é possível comprar menos bens.
Por outro lado, alguns economistas consideram que um pouco de inflação é bom, pois indica que a economia está aquecida, ou seja, as empresas estão produzindo e as pessoas estão comprando, o que significa que há baixo desemprego na economia. Essa relação entre inflação e desemprego é chamada de "curva de Phillips". Como jámencionado, épocas em que há baixo desemprego, as pessoas estão consumindo mais; e maior nível de consumo faz com que as empresas produzam "a todo vapor". Nesse contexto, se houver mais procura por bens do que as empresas podem oferecer, há uma pressão natural pelo aumento dos preços; ou seja, ocorre inflação. Por outro lado, economia com baixo desemprego significa economia em crescimento (mesmoque o "preço" pelo crescimento seja um pouco de inflação). Da mesma forma, quando há alto nível de desemprego, o nível de consumo na economia é mais baixo, deixando de sobrecarregar o nível de produção das empresas e deixando de gerar pressões inflacionárias.

PARA SABER MAIS:A curva de Phillips tem sido muito discutida na economia, por ser um tema controverso. Nesse sentido, convido vocês a lerdois textos que falam sobre o tema. O primeiro chama-se "O real dilema entre inflação e Crescimento", do economista Márcio P. Garcia.O artigo encontra-se no seguinte link:
http://www.econ.puc-rio.br/Mgarcia/Artigos/Artigos%20Valor/050415%20Real%20dilema.pdfO outro artigo foi publicado na revista VEJA sob o título "Missão quase impossível", escrito por Marcelo Carneiro. O texto mostra alguns dadosque sugerem que poucos países conseguiram crescer com inflação baixa. O artigo encontra-se no seguinte link: http://veja.abril.com.br/240402/p_054.html |
Recentemente, vivemos no Brasil uma época de alta nos preços dos alimentos. Veja a charge abaixo:

Esse aumento dos alimentos teve algumas causas distintas, mas uma delas foi o aumento do volume de consumo no Brasil, que acabou pressionando...
tracking img