Revisão teorica

Revisão Teórica

Hoje o mercado empresarial, busca sua excelência entre uma vasta gama de negócios de grandes sucessos e resultados positivos dentro do mercado competitivo. Para isso a organização deve estar preparada para enfrentar tais concorrentes e ser um ponto de destaque neste meio. A melhor maneira dela se adequar a isso é que ela se organize e saiba lidar com os públicos externose internos. Vários setores são responsáveis pela organização e funcionamento de uma empresa, mas um de extrema importância esta o departamento de Recursos Humanos.
Este setor consiste em planejar, organizar e gerenciar colaboradores dos setores de toda a organização. Sua competência também esta em recrutar e selecionar pessoas, buscar a harmonia dos indivíduos, desenvolver competências,treinamentos, administrar cargos salários e remunerações.
De acordo com CHIAVENATO (2002, p. 19) “a administração de recursos humanos tem sua origem no início do século XX, após o forte impacto de Revolução Industrial, com a denominação Relações Industriais”.
Chiavenato (2000, p.148) coloca que com a evolução da administração de recursos humanos, criaram-se várias denominações ao longodo tempo. No passado as expressões utilizadas eram: administração de pessoal, relações industriais e relações humanas. Mais recentemente tem-se: administração de recursos humanos, desenvolvimento de recursos humanos e comportamento organizacional.
Os programas de benefícios começaram a representar uma parcela significativa da remuneração a partir da II Guerra Mundial, numa tentativa, porparte dos governos, de minorar os problemas sociais emergentes (SOUZA, 2005).
Foi apenas na década 60 e 70, que os sindicatos de acordo com Araújo (2006) começaram a pressionar no sentindo de assegurar maiores benefícios às pessoas. Assim hoje as empresas acabam adaptando-se também às condições impostas pelas demais organizações no que se refere à procura por pessoas mais capacitadas.O salário pago em relação ao cargo ocupado constitui somente uma parcela do pacote de compensações que as organizações costumam oferecer aos seus empregados.
Os benefícios segundo Chiavenato (2004) são regalias e vantagens concedidas pelas organizações, a título de pagamento adicional dos salários à totalidade ou a parte de seus funcionários. Constitui geralmente um pacote de benefícios eserviços que faz parte da remuneração pessoal, os benefícios além do seu aspecto pecuniário ou financeiro servem para livrar os funcionários de uma série de transtornos.
Pfaff (2006) relata o a questão de que as pessoas ainda são os fatores mais importantes dentro de uma organização, e que no mundo atual as organizações necessitam possuir um diferencial para se destacar no mercado, sendoassim todos os colaboradores estando satisfeitos a organizações conquistará o diferencial.
De acordo com Bispo (2008) estes incluem plano de saúde e odontológico, auxílio funeral, seguro de vida, empréstimos, planos de aposentadoria complementar e até mesmo ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida no trabalho.
Mas deve-se refletir no fato de que não é tão simples implantar umpacote de benefícios. Antes de qualquer ação efetiva, é preciso conhecer a realidade dos funcionários, bem como suas necessidades.
As pessoas buscam diferentes objetivos motivacionais, assim sendo Pfaff (2006) mostra que as pessoas possuem além das próprias motivações, diferentes interesses, habilidades e talentos. Os benefícios podem ser classificados quanto à sua exigibilidade legal,quanto à sua natureza e quanto aos seus objetivos
Os benefícios sociais agregam diversas vantagens tanto para a organização quanto para o empregado. Ela eleva a moral dos empregados; oferece conveniências não avaliáveis em dinheiro; reduz a rotatividade e o absentismo; oferece assistência disponível na solução de problemas pessoais; eleva a lealdade do empregado face à empresa; aumenta a...
tracking img