Retrovirus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1-Introdução
No dia-a-dia o homem procura de uma forma sucinta, resolver os problemas que preocupam a sua vida. É nesta sequência lógica de ideias que o presente trabalho com o tema: aspectos bioquímicos e fisiológicos da replicação do HIV no organismo humano, procura abordar este capítulo de capital importância para o desenvolvimento do organismo humano.
Os retrovírus, ou RNAvirusformam o grupo dos primeiros vírus estudados e conhecidos, há cerca de 90 anos. Tudo começou com o aparecimento de doenças em algumas galinhas, mas que só foram bem esclarecidas por volta das décadas de 60 e 70 com a descoberta da enzima transcriptase reversa, DNA proviral em células germinativas e dos oncogenes relacionados aos retrovírus.
.
Este trabalho, foi feito usando ométodo de pesquisa a livros e a internet, ele apresenta uma linguagem simples de fácil percepção, sem no entanto perder o rigor cientifico que o tema exige.
Ele tem os seguintes objectivos:
➢ Conheceros aspectos bioquimicos e fisiológicos do HIV no organismo humano.
Objectivos específicos
➢ Identificar os agentes boquimicos e fisiologicos do HIV
➢ Descrever o ciclo reprodutivodo HIV no organismo humano
➢ Descrever o quadro clínico do HIV no organismo humano.
De salientar que, este trabalho não constitui matéria acabada sob ponto de vista científico, pois a ciencia é um processo dinâmino; daí que aceitamos criticas e sugestoes para a melhoria do mesmo.




2-Aspectos bioquímicos do HIV no organismo humano
2.1-Patogenicidade

O maisintrigante aspecto da infecção por HIV, é que quando uma célula T é estimulada durante uma resposta imune, o HIV é activado, replica e mata a célula T hospedeira. Assim a activação do sistema imune contribui para a destruição dum componente essencial deste sistema, as células T4 helper.(Michael, et al, 2009: 177).

É desta maneira que o vírus gradualmente ganha espaço e eventualmentedanifica o sistema imune a ponto de o organismo não conseguir o vírus sob controlo.

Nos indivíduos que desenvolvem os sintomas da AIDS, a doença deve-se a destruição dos linfócitos T4 durante a multiplicação do HIV. Esta destruição causa severos danos no sistema imune do organismo, porque os linfócitos T4 são necessários para o funcionamento normal de outros linfócitos T e de linfócitos B emacrófagos (SNUSTAD & SIMMONS, 2000: 305).



Como resultado, os indivíduos com AIDS são altamente vulneráveis a infecções secundárias causadas por várias bactérias, protozoários, fungos ou vírus (Michael, et al, 2009: 178).

3-Aspectos fisiológicos do HIV no organismo humano

Na forma integrada o vírus é dormente e não causa danos para a célula infectada. Entretanto, emalgum momento o vírus é activado de sua forma inerte. Quando esta activação ocorre, o DNA viral controla a síntese de novas moléculas de RNA e proteínas virais, assim o RNA e as proteínas são reunidas a fim de dar origem a numerosas partículas virais, que são liberadas para a superfície da célula hospedeira para infectar outros linfócitos T4. A célula T4 hospedeira é morta durante a multiplicaçãoviral (Michael, et al, 2009: 177).

O vírus de HVI também infecta outras células, como os macrofagos, os monócitos e em alguns casos, as células microguilias no cérebro.

3.1-Discrição

Os retrovírus, ou RNAvirus formam o grupo dos primeiros vírus estudados e conhecidos, há cerca de 90 anos. Tudo começou com o aparecimento de doenças em algumas galinhas, mas que só forambem esclarecidas por volta das décadas de 60 e 70 com a descoberta da enzima transcriptase reversa, DNA proviral em células germinativas e dos oncogenes relacionados aos retrovírus.



3.2-Caracteristicas

➢ A principal característica deste vírus é a presença da enzima transcriptase reversa, que produz DNA a partir de uma molécula de RNA.
➢ Caracterizam-se por terem um genoma...
tracking img