Reticulo endoplamatico liso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1998 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

O Retículo Endoplasmático foi visualizado pela primeira vez, em 1945, pelo biólogo belga Albert Claude, através do microscópio eletrônico e de novos exames foi possível descobrir a estrutura membranosa que forma uma complexa rede de canais interligados e seus componentes. É uma organela encontrada apenas em células eucarionte e foi formada a partir da invaginação da membranaplasmática, sendo considerada uma rede de distribuição, levando material de que a célula necessita.
Na mesma época, reconheceu a existência de uma variedade de retículo endoplasmático desprovido de ribossomos, muitas vezes em continuidade com o anterior, constituído por formações membranosas tubulares ramificadas e anastomosadas, que recebeu o nome de retículo endoplasmático liso (ou agranular),revestido de características especiais, que será a organela estudada neste trabalho.

2 RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO OU AGRANULAR

2.1 Morfologia e Estrutura
O retículo endoplasmático liso possui uma estrutura diferente do rugoso, que não é constituído por cisternas planas mais ou menos paralelas como as do RER, mas sim por um sistema de labiríntico de túbulos irregulares, ramificados eanastomosados, sem a presença de ribossomas.
O grau de desenvolvimento desta organela é muito variável e em alguns tipos celulares especializados pode superar o RER.
O fato de estas membranas serem desprovidas de ribossomas fez pensar que sua função não estaria diretamente relacionada com a síntese protéica. Ao mesmo tempo, o notável desenvolvimento do REL em células adiposas e sebáceas sugeriu umapossível relação com o metabolismo lipídico; sua presença constante, em grandes quantidades, no citoplasma de células endócrinas sintetizadoras de esteróides – como as do ovário, da suprarenal e do testículo – foi relacionada à síntese destes compostos; a observação do aumento do REL nos hepatócitos nos quais o desenvolvimento do sistema oxidásico de função mista foi induzido sugeriu que estasenzimas residiriam em suas membranas; também a distribuição ordenada e característica do retículo sarcoplasmático – o REL do músculo estriado – levantou a suspeita de que, de alguma maneira, estaria relacionado com os mecanismos de contração muscular.
Estas e outras observações morfológicas, levaram a postular a existência do REL como uma entidade definida e independente do RER. Entretanto, ambas asestruturas têm muitos elementos em comum, as quais não raro se interconectam para formar um sistema contínuo.
Além de certas funções gerais que se aplicam a ambas as porções de RE, a parte lisa
(REL) tem outras que prevalecem, mas vale lembrar, que nenhum dos sistemas enzimáticos é exclusivo da porção lisa, ainda que, quantitativamente, o REL desempenhe a maior parte de cada uma das funções queanalisaremos a seguir:

2.2. Funções

Síntese de lipídios: Em grande parte, as enzimas para a biossíntese de fosfolipídios da membrana estão circunscritas ao REL. Os fosfolipídios recém-sintetizados ficam inseridos na metade citosólica da dupla camada. Para assegurar a distribuição adequada dos componentes sintetizados em ambas as lâminas das membranas, o REL contém translocadores fosfolipídicos(flipases) que movem essas moléculas da face citosólica para a luminal. Os estudos com precursores radioativos mostraram que os fosfolipídios recém-sintetizados podem ser transferidos rapidamente a outras membranas celulares, mas ainda não se conhece bem o mecanismo dessa transferência. O REL também contém muitas das enzimas utilizadas na biossíntese dos triglicerídeos, estando bem desenvolvidonos adipócitos brancos e nos da gordura parda. Na fase de absorção intestinal dos lipídios, estes são emulsionados pelos sais biliares e parcialmente hidrolisados pelas lipases digestivas. Os produtos resultantes (principalmente monoglicerídeos e ácidos graxos) se difundem através da membrana e no citoplasma apical destas células são captados pelo REL, que reconstitui os triglicerídeos.
Síntese...
tracking img