Retextualização editorial

Páginas: 7 (1697 palavras) Publicado: 15 de outubro de 2011
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO.................................................................................... 4
2 RETEXTUALIZAÇÃO EM ÂMBITO EDITORIAL........................................................................................... 5
2.1 PROCESSOS ENVOLVIDOS NA RETEXTUALIZAÇÃO
EDITORIAL ....................................................................................5

2.2 A IMPORTÂNCIA DA RETEXTUALIZAÇÃO EM ÂMBITO
EDITORIAL............................................................................................ 5

2.3 A RETEXTUALIZAÇÃO ORAL PARA A ESCRITA.......................... 8
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................ 9REFERÊNCIAS..................................................................................... 10

1. INTRODUÇÃO

Visamos explicitar, por meio deste artigo, os conceitos sobre retextualização e suas principais funções no meio editorial para que acadêmicos de Letras e áreas afins possam sanar tais dúvidas com relação ao tema. O artigo é relevante para a comunidade acadêmica para que os mesmos possam observar as semelhanças e diferenças entre falae escrita.
Para Marcuschi (2000:47), a atividade de retextualização, a passagem do falado para o escrito, não é a passagem de algo descontrolado e caótico (a fala) para algo controlado e bem-formado (a escrita). O autor diz ainda que, ao passar o texto falado para a modalidade escrita, aquele receberá interferências que dependerão do que se tem em vista. O informal/formal são possibilidades deusos da língua falada e da língua escrita, e não atributos. Por isso, não podemos estabelecer relações hierárquicas entre ambas, nem se pode dizer que a retextualização visa à organização do texto oral, pois a fala e a escrita são duas alternativas sócio-interativas da língua, com semelhanças e diferenças, como afirma MARCUSCHI “justamente pelo fato de fala e escrita não se recobrirem podemosrelacioná-las, compará-las, mas não em termos de superioridade ou inferioridade”. Isso nos remete a uma reflexão de que não se pode mais examinar a oralidade e a escrita como opostas, mas, sim, como dois elementos interativos que se complementam no contexto das práticas sociais e culturais.
A retextualização está presente em nosso cotidiano, dentre as mais diversas atividades. A anotação de aulas, umapessoa contando a outra alguma notícia lida em um jornal, um e-mail, uma palestra, por exemplo. Ela pode ser realizada da ordem da fala para a escrita e vice-versa. Retextualizar não é um ato mecânico, já que envolvem operações complexas que interferem tanto no código como no sentido e que evidenciam uma série de aspectos nem sempre compreendidos na relação oral/escrita, como foi frisado porMarcuschi (2000:70), “toda atividade de retextualização implica uma interpretação prévia nada desprezível em suas conseqüências. Há nessa atividade uma espécie de tradução ‘endolíngüe’, que, como em toda a tradução, tem uma complexidade muito grande”. Marcuschi ressalta ainda que a retextualização deve se basear em uma transcrição fidedigna. O texto-base deve conter a menor interferência dodocumentador possível.

2. A RETEXTUALIZAÇÃO EM ÂMBITO EDITORIAL
2.1 Processos envolvidos na retextualização editorial
O processo de retextualização envolve operações complexas que interferem tanto no código como no sentido do texto e revela muitas facetas não compreendidas na relação fala/escrita. Dependendo do que se pretende, as interferências são mais ou menos acentuadas, quando seprocede à passagem da fala para a escrita
A retextualização ocorre por meio da produção de um novo texto a partir de um ou mais textos-base, o que significa que o sujeito trabalha estratégias linguísticas, textuais e discursivas identificadas no texto base para, então, projetá-las tendo em vista uma nova situação de interação, portanto um novo enquadre e um novo quadro de referência.
A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Retextualização
  • Retextualização
  • Retextualização
  • Editorial
  • Editorial
  • Editorial
  • Editorial
  • Editoriais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!