Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do capítulo VIII O desenvolvimento humano é tarefa conjunta e recíproca, do livro Educação Infantil fundamentos e métodos, de Zilma de Moraes Ramos de Oliveira
- Desde cedo as crianças se envolvem em interações entendidas como troca de mensagens. Antes de construir uma lógica narrativa, elas constroem uma lógica na ação, por meio de estratégias não verbais. Posteriormente, elas usamexplicações ou exigências de precisão para esclarecer suas construções. Com a experiência no ambiente linguístico, criam procedimento e inferenciais (se... então...), sob a forma de provocações e desafios, que oferecem ocasião para testar possibilidades, fazer verificações ou justificar ações ou pontos de vista. Com isso desenvolvem atitudes reflexivas que lhes permitem aprimorar os procedimentos dainteligência e aumentar o campo de conhecimentos. Os saberes já adquiridos consolidam-se e a curiosidade volta-se para novos saberes.
- Ao interiorizar formas de interação social já vivenciadas, o indivíduo se apropria de estratégias para memorizar, narrar, solucionar problemas, etc., criadas pelos grupos humanos com os quais ele partilha experiências. Com isso, formas concretas de organizaçãodas atividades humanas e em meio sócio-cultural especifico geram normas, regras e valores sempre potencialmente conflituosos, podendo ser confirmados, desaparecer ou diversificar-se.
- O afeto é um regulador da ação em todo esse processo, influindo na escolha ou rejeição de determinados objetivos ou situações por parte da criança. Afeto e cognição são aspectos inseparáveis.
- O bebê é um serativo e agente de seu próprio desenvolvimento que, já ao nascer, apresenta certa organização comportamental e algumas condições para perceber e reagir às situações, sobretudo aos parceiros diversos que formam seu meio humano. Nesse processo, não apenas a criança se modifica, mas também os adultos e demais crianças que com ela interagem têm oportunidade para se desenvolver.
- Os bebês nascem comestruturas pré-adaptadas para iniciar, manter e terminar interações com parceiros humanos e realizam verdadeira pesquisa do real, o qual põem constantemente à prova. Eles procuram modular seus meios de expressão (gritos, gestos), para obter a satisfação de suas necessidades fisiológicas, afetivas e cognitivas e construir significados.
- Por outro lado, a imaturidade motora dos bebês lhes impõe umlongo período de dependência de outros seres humanos. Durante o período inicial de seu desenvolvimento, o agir do bebê sobre o mundo tem que ser mediado por outras pessoas que lhe respondem e o estimulam nesse processo. Ao realizar uma tarefa com essas pessoas uma atividade de cuidado pessoal (tirar o agasalho ou guardar seus pertences) ou de exploração do meio (puxar um brinquedo colocado embaixo deuma almofada, empilhar objetos, classificá-los, narrar uma história) a criança desenvolve formas mais complexas de agir em relação a objetos, de estabelecer relações sociais, de simbolizar o mundo e de perceber suas próprias necessidades.
- Sendo ação partilhada, a interação é influenciada por características de ambos os parceiros. A contribuição da criança dependerá de seu nível dedesenvolvimento, o qual, por sua vez, vai influenciar a resposta da mãe ou daquele que dela cuida.
- A maneira como a criança é representada em seu meio é importante fator no desenvolvimento das interações. A família organiza o cotidiano da criança de acordo com a maneira como os adultos entendem as possibilidades de desenvolvimento que ele dispõe e as expectativas por eles formuladas. Por exemplo, sepensam que o bebê não tem ainda suas capacidades para ver e ouvir formadas, procuram deixá-lo longe de estímulos.
- O estabelecimento de uma relação afetiva entre o bebê e as pessoas de seu entorno é considerado fundamental na perspectiva sócio-histórica. O psiquiatra John Bowlby em um referencial psicanalítico e em estudos etológicos (estudo do comportamento animal), formulou a teoria do apego ou...
tracking img