Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (352 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo
...para entender verdadeiramente algo, e sobretudo a Metafísica, não faz falta ter isso a que se chama talento nem possuir grandes sabedorias prévias. O que faz falta é uma condição elementarmas fundamental: o que faz falta é necessitar dela.
...
Damo-nos conta de que o estudante é um ser humano, masculino ou feminino, a quem a vida impõe a necessidade de estudar ciências sem delas tersentido uma imediata e autêntica necessidade.
...
A situação do estudante perante a ciência é oposta à do criador. Senão vejamos: a ciência não existe antes do seu criador. O criador não seencontrou primeiro diante da ciência tendo, posteriormente, sentido ne:essidade de a possuir. O que aconteceu foi que o criador começou por sentir uma necessidade vital e não científica, procurou a suasatisfação e, ao encontrá-la em determinadas ideias, resultou que estas eram a ciência. Pelo contrário, o estudante encontra-se desde logo com a ciência já feita, semelhante a uma serrania que se levanta àsua frente e lhe barra o seu caminho vital.
...
Estudar é para ele uma necessidade externa, que lhe é imposta. Portanto, ao colocar o homem na situação de estudante, este é obrigado a fazer algo defalso, a fingir uma necessidade que não sente.
...
Mas, a verdade, é estritamente o contrário: ser estudante é ver-se alguém obrigado a interessar-se directamente por aquilo que não o interessa ouque em última análise, o interessa apenas de forma vaga, genérica ou indirecta.
...
O facto é que o estudante-tipo é um homem que não sente necessidade directa da ciência, que não está preocupadocom ela e que, no entanto, se vê forçado a ocupar-se dela. Aqui se manifesta desde logo a falsidade geral do estudar.
...
Ser estudante, tal como ser contribuinte, é algo «artificial» que o homem sevê obrigado a ser. Estamos perante uma afirmação que, podendo de início ser chocante, consubstancia afinal a tragédia constitutiva da pedagogia.
...
Ensinar é primária e fundamentalmente ensinar a...
tracking img