Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (463 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
De acordo com SAVATER, ele quer dar respostas a mil perguntas sobre ele mesmo, sobre os outros, sobre o mundo que o cercava, sobre os outros seres vivos, ou inanimados, sobre como viver melhor.Todas essas interrogações para ele assaltam sempre o novo, ele procurava sacudi-las, rir delas, para não pensar, mas dizia ele que elas sempre voltavam com insistência depois de breves momentos de trégua.Perguntava se a partir do que sabia, ou acreditava saber, por que parecia insuficiente e duvidoso, de modo que devia começar a submeter a exames os conhecimentos que acreditava ter. E sobre elespodia fazer pelo menos outras três perguntas: Como os obteve? Ate que ponto tinha certeza deles? Como podia amplia-los e melhora-los, se fosse o caso, substitui-los por outros mais confiáveis?Ele dizia que havia coisas que sabia por que os outros lhe disseram, outros porque ele estudou, e muitas outras por experiência própria.Mas ele se perguntava ate que ponto tinha certeza de cada uma dessas coisas, e não acreditava em todas com o mesmo grau de certeza e nem todas lhe pareciam conhecimentos totalmente viáveis,qualquer uma delas lhe suscitavam duvidas. Alegava que acreditar em algumas coisas só porque lhe foram ditas pelos outros não seria muito prudente. Quem podia afirma-lhe que o que hoje é dado como certotambém não será descartado amanha? Tudo isso dizia ele que não era que nunca se devia confiar no que diziam no que estudava ou no que experimentava, mas parecia imprescindível para ele revisar, algumascoisas que acreditava saber, compara-las com outros conhecimentos, submete-las a exame critico, debate-las com outras pessoas, buscar argumentos, para assumir ou refuta-las, buscar e ponderarargumentos antes de aceitar como correto o que acreditava saber, é o que em termos gerais costumava-se chamar e utilizar a razão.
Para SAVATER, razão não era algo que os outros lhe contavam, nem fruto de...
tracking img