Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Burgueses e Proletários - Proletários e Comunistas
Ø  A história da sociedade se confunde até hoje com a história das lutas de classe. Lutas que, historicamente, sempre terminaram ou numa reestruturação revolucionária da Sociedade inteira ou no aniquilamento das classes em choque.
Ø  A sociedade burguesa de nossos dias, que emergiu dos escombros do feudalismo, não eliminou os conflitos declasses.
Ø  O que, porém, caracteriza a nossa sociedade burguesa é a simplificação dos antagonismos sociais. A sociedade toda vai se reduzindo paulatinamente a apenas dois grandes campos opostos, a duas grandes classes antagônicas: a burguesia e o proletariado.
Ø  A burguesia de hoje é o resultado de um longo processo de desenvolvimento e de uma série de revoluções nos sistemas de produção e detroca.
Ø  Não resta dúvida de que a burguesia, historicamente, desempenhou um papel proeminentemente revolucionário.
Ø  A burguesia só pode existir se constantemente revolucionar os meios de produção e, portanto, as relações de produção e, com elas, todas as relações sociais.
Ø  A subversão contínua da produção, o constante abalo de todo o sistema social, a permanente agitação e insegurançadistinguem a época burguesa de todas as precedentes.
Ø  A necessidades de expansão, constante do mercado impele a burguesia a estender-se por todo o globo. Necessita estabelecer-se em toda parte, explorar em toda parte, criar vínculos em toda parte.
Ø  As auto-suficiência nacionais e os conseqüentes isolamentos locais de antigamente desapareceram para dar lugar, por toda parte, a um intercâmbio einterdependência universais. É um fenômeno que abarca a produção tanto material quanto intelectual.
Ø  Graças ao vertiginoso desenvolvimento dos meios de produção e às facilidades incríveis dos meios de comunicação, a burguesia consegue atrair irresistivelmente todas as nações, mesmo as mais atrasadas, para seu modelo de civilização.
Ø  A burguesia elimina de forma cada vez mais crescente adisparidade da população, dos meios de produção e de propriedade. Criou aglomerados humanos, impôs a centralização de meios de produção e concentrou em mãos de poucos a propriedade.
Ø  Com apenas um século de existência, a burguesia foi capaz de gerar forças produtivas mais variadas e potentes do que todas as gerações precedentes juntas em conjunto.
Ø  Verificamos, pois, que os meios de produção e trocaque são a base de sustentação da burguesia provieram do sistema feudal.  Faz mais de dez anos que a história da indústria e do comércio outra não é senão a história das forças produtivas modernas a se rebelarem contra o atual sistema de produção e de propriedade que garantem a dominação da burguesia.
Ø  As forças produtivas criadas não mais favorecem as condições da propriedade burguesia, muitopelo contrário, tornaram-se poderosos demais a ponto de se constituírem em sérios entraves a esse tipo de propriedade, pondo em risco a sociedade inteira e a existência da propriedade burguesa.
Ø  A burguesia não só fabricou armas que representam sua morte, como produziu também os homens que manejarão essas armas - o operariado moderno - os proletários. E o proletariado se desenvolve em ritmoparalelo ao desenvolvimento da burguesia.
Ø  O proletariado vai passando por diferentes fases de desenvolvimento. Desde que nasce começa sua luta contra a burguesia.
Ø  Com o desenvolvimento da industria, o proletariado não cresce apenas em número; mas concentra-se em massas cada vez mais consideráveis, tomando assim, maior consciência de sua força.
Ø  Conflitos individuais entre o operário e oburguês assumem cada vez mais o caráter de conflitos entre duas classes. Os operários, a partir daí, começam a se unir em sindicatos contra os burgueses; fundam associações permanentes para eventuais choques.
Ø  Geralmente, os choques entre as classes da velha sociedade favorecem o desenvolvimento do proletariado, de diversas maneiras.
Ø  Em conseqüência do desenvolvimento da indústria, setores...
tracking img