Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1330 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo de Psicologia

Introdução à Psicologia
Da página 26 até página 33

Pesquisa Experimental

Na Pesquisa Experimental, são criadas variáveis, que serão manipuladas pelo psicólogo pesquisadores, e o efeito dessa manipulação sobre as variáveis é estudado.
Para entender melhor esse método de pesquisa, tomaremos como exemplo o seguinte caso:
A fim de reunir provas para provar que afalta de horas de sono realmente gera falha de memória aos alunos, uma psicóloga recorre ao Método Experimental da seguinte forma:
1º Passo - Selecionar participantes – utiliza alunos voluntários com mesma idade, mesmo nível intelectual, homens e mulheres em número idêntico.
2º Passo - Planejar um teste de memória – algo que nenhum dos participantes conheça com antecedência.
3ª Passo - Introduziruma variável independente – um elemento essencial. A psicóloga manipulou o tempo que os voluntários podiam dormir.
Vale ressaltar que o desempenho no teste de memória (o número de resposta corretas) torna-se, assim, a variável dependente.
De acordo com a hipótese, alterar a variável independente ( a quantidade de horas de sono) deveria alterar também a variável dependente (o desempenho noteste de memória)
Nesse ponto, a pesquisadora começa a buscar possíveis deficiências no planejamento de seu experimento, então ela cria dois grupos:
* o grupo experimental – composto por um número igual de homens e mulheres da mesma idade e com mesma média no boletim escolar, que será mantido acordado.
* o grupo de controle – composto do mesmo jeito ao grupo anterior, mas à este será permitidodormir na hora que quiser.
Para finalizar sua pesquisa, a psicóloga pede a uma pessoa neutra (que não saiba quais participantes dormiram bem ou não) para avaliar o teste. Para evitar a atuação do viés do pesquisador ( evitar que as crenças do pesquisador prejudique os resultado do experimento).
O controle rigoroso das variáveis oferece aos pesquisadores a oportunidade da tirar conclusões sobrerelações de causas e efeitos.
O método experimental é uma ferramenta poderosa, mas também tem limitações. Um ambiente artificial pode influenciar o comportamento dos participantes; variáveis inesperadas e incontroláveis podem confundir os resultados. E, ainda, variáveis psicológicas, como amor, o ódio ou a tristeza, não se deixam manipular pela experimentação.
Em alguns casos, os psicólogospodem usar animais em vez de seres humanos nos experimentos. Mas alguns temas, como emergência da linguagem em crianças ou expressão de emoção, não podem ser estudados em outras espécies.
Um breve resumo dos Métodos Básicos de Pesquisa
Método de pesquisa Vantagens Limitações
Observação de Pesquisa
O Comportamento é observado no ambiente em que ocorre naturalmente Fornece grandequantidade de informações de primeira mão com maior probabilidade de serem precisas do que relatos posteriores ao fato. Comportamento do participante é mais natural, espontâneo. É uma fonte de hipóteses A presença de um observador pode alterar o comportam ento dos participantes; o registro que o observado faz do comportamento pode refletir um viés preexistente; e frequentemente não fica claro se asobservações podem ser generelizadas para outros ambientes


Estudo de Caso
O comportamento de uma pessoa ou de algumas pessoas é estudado em profundidade. Produz uma grande quantidade de informações descritivas e detalhadas. É útil para a formulação de hipóteses. O caso-ou casos- estudado pode não ser uma amostra representativa. O método pode consumir tempo e se tornar caro. O viés doobservador é um problema potencial.


Levantamentos
Um conjunto padronizado de perguntas é feito a um grande número de participantes Permite que uma imensa quantidade de dados seja coletada rapidamente e com baixos custos. Vieses da amostragem podem “deturpar“ os resultados. Perguntas mal elaboradas podem gerar respostas ambíguas, portanto os dados não serão claros. A precisão...
tracking img