Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PAPEL DA FÉ NO ENFRENTAMENTO DO CANCER


Nos avanços da medicina e na tecnologia propiciaram a cura e o controle de muitas doenças, favorecendo assim o reconhecimento dainfluencia de aspectos psicológicos e sociais surgindo o modelo bipsicossocial atribuindo assim im enfoque novo para a psicologia.
A enfermidade aqui mencionado “câncer” pode propiciar umauto conhecimento um entendimento de si, podendo levar o indivíduo a um amadurecimento e fortalecimento possibilitando o enfrentamento da doença.
A fé pode ser compreendiddo comoconcepções preexistentes sendo contruido ao longo da vida, estudos relata a melhoria na qualidade de vida dos pacientes que alguma crença aumentando o sentimento de esperança.
Atravésda fé muitos pacientes encontram o equilíbrio entre a patologia e o psíquico, pois mesmo tendo meo, preocupações pensamentos de morte sentem-se apoiado para o tratamento.
Muitospacientes não mudam de religião, muitas vezes intensificam suas crenças em Deus e continuam na mesma religião.
A melhor situação para condições de enfermidades é não perder a fé diantede nenhum aspectos é necessário ter fé espiritual, fé em si próprio e na medicina para que as circunstancias tenha melhor resultados.
A fé desencadeia no organismo reaçõessemelhantes ás emoções como amor tranqüilidade, que são estimuladas por meio de preces e meditação.
Avaliada como efetivamente positiva, a informação é enviada a todo o corpo, estimulando aprodução de substancias químicas com efeito analgésico e prazeroso, gerando relaxamento, alteração da circulação sanguinea, absorção de substancias benéficas e maiores benefícios emrelação ao estado geral do inviduo.

Pacientes demonstram que a Fe e a família são importantes fontes de apoio, podendo auxiliar na melhoria da qualidade de vida dos pacientes.
tracking img