Resumo : O Ciclo dos Meninos Cantores (1550-1552) – Música e Aculturação nos primórdios da Colônia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1219 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo texto 7 : O Ciclo dos Meninos Cantores (1550-1552) –
Música e Aculturação nos primórdios da Colônia

Revista Brasileira de História – América, Américas

Plínio Freire Gomés

A companhia de Jesus cujos membros são conhecidos como jesuítas, é uma ordem religiosa fundada em 1534 por um grupo de estudantes da Universidade de Paris, liderados por Inácio de Loyola. É hoje conhecidaprincipalmente por seu trabalho missionário e educacional.
Esses jesuítas cruzavam os oceanos a fim de catequizar o mundo, salvando assim as almas pagãs do inferno, eles acreditavam que qualquer pessoa poderia se converter ao catolicismo desde que devidamente catequizada. Em março de 1549 foi a vez do Brasil receber os jesuítas, liderados pelo Pe. Manoel da Nóbrega, que tinham como missão levaro Evangelho aos nativos que aqui viviam.
Logo ao chegar perceberam quão difícil seria essa missão, pois estes nativos além de não compartilhar da mesma língua que os jesuítas portugueses, desconheciam o Deus europeu e todos os dogmas católicos, como se não bastasse desconhecer eles não entendiam a importância da evangelização, eram capazes de ir a missas mas tão somente para imitar os portuguesessem saber o significado de seus atos.
As diferenças culturais eram contrastantes os índios brasileiros andavam nus, viviam em bando e não tinham nenhum conhecimento de Deus, era certo que não poderia ser feita uma catequese comum.
Na festa do Anjo Custódio onde houve missa cantada seguida de procissão e grande música os jesuítas notaram o espanto e curiosidade dos indígenas. A respostapositiva dos nativos ao evento fez com que o líder jesuíta percebesse que se com a palavra falada não se obtinha êxito com o canto seria mais fácil chamar a atenção dos índios e realizar a missão.
Nóbrega e seus seguidores adotaram então maneiras originais de transmitir a mensagem cristã, porém isso levava tempo e eles tinham outros trabalhos como dar orientação religiosa a comunidade dos colonos eeducar seus filhos.
Com a chegada da segunda missão jesuítica em 1550 Nóbrega poderia executar seu ideal de missão de aldeia em aldeia. Junto com os sacerdotes recem chegados vieram 7 crianças que inicialmente serviriam para fazer o acompanhamento musical das solenidades, porém como conviviam com os pequenos índios as crianças europeias trazidas começaram a trocar experiências costumes e crenças comos nativos em pouco tempo tanto os meninos índios quanto os meninos europeus já haviam dominado o tupi e o português.
As crianças passaram atuar com frequência na catequese pois dominavam os dois mundos envolvidos ali. Os jesuítas precisavam deixar claro aos indígenas que sua única missão era salvar almas e não submetê-los a escravidão ou guerrear com estes. As crianças ajudaram a superar esseobstáculo.
Os jesuítas decidiram adotar os cantos como a principal linguagem através da qual se iniciaria o ministério da espiritualidade nos nativos. As crianças iam a frente ao entrar em uma aldeia marchando aos pares e carregando cruzes, cantavam em tupi as glórias do criador, faziam os rituais de boas vindas e visitavam as casas convidando todos a ouvir os padres.Os cantos não eram simplestraduções para o tupi mas tinham ritmo e coreografia tradicionais indígenas.
Nem sempre os jesuítas eram bem recebidos . Às vezes os índios escondiam seus filhos ou queimavam pimentas para afugenta-los. Porém era evidente que dessa nova forma a missão era bem melhor sucedida.
Ao aportar no Brasil D. Pedro Fernandes ficou horrorizado com a flexibilidade da catequização dos jesuítas,devido a isto no seu primeiro sermão o bispo exigiu que dali em diante os homens brancos não cantassem mais como os nativos. Essa proibição atrapalhava gravemente o trabalho de Pe. Nóbrega que teria de voltar a sua catequização tradicional sem fazer uso dos recursos indígenas. Os membros da Companhia procuraram defender seu ponto de vista, continuava a se falar muito nos meninos, mas a prática de...
tracking img