Resumo e prologo dogville

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do PROLOGO
Dogville se encontrava nas Montanhas Rochosas, no U.S.A.
No final do caminho, perto da mina de prata abandonada.
Seus habitantes eram pessoas boas e honestas e queriam o seu povoado.
Uma pessoa colocou o nome chamou da rua principal de Rua do Olmo
Mesmo sem ter nunca tido um olmo ali, eles não viram necessidade de nome.
Porque a maioria das casas eram pobres, quasechoças.
Havia uma casa que em outra época poderia, ter passado por apresentável.
Era de um senhor que foi um doutor e agora era dono de uma pensão, e tinha um filho que se chamava Tom que por causa das condições que seu pai tinha, não tinha problemas para o viver sem fazer nada em particular.
Tom era um escritor... seja como for, por talento próprio.
Um detalhe era que seus textos eram limitados àspalavras "grande" e "Pequeno”, seguidos por um signo de pergunta.
Para adiar o dia em que teria que trabalhar sério, Tom pensava se dedicar a uma série de reuniões sobre "reforço moral" como quem se sentia no dever de ajudar o povo.
Tom vivia bastante ocupado, mesmo não sendo como escritor.
E se alguém não entende-se qual era sua profissão, ele dizia que era minerador.
Porque, mesmo sem fazer ocaminho subindo pelas rocha, mesmo assim o fazia com um pouco mais de dificuldade.
As pessoas de Dogville tinham problemas com a aceitação.
E Tom acreditava que o que precisavam é algo que eles aceitem, algo que eles poderiam pegar, como um presente.

Resumo do Capítulo Um
Foi quando em sua tranquila vila Tom escuta disparos e se encontra com o Grace
Apesar do seu esforço para relatar ascoisas,
Tom tinha o costume de termina rápido suas partidas de das Damas jogadas com seu amigo, Bill Henson.
Quando começou a chover e o vento se tornou um temporal quando Tom voltava pela rua do Olmo.
Tom tinha um discurso para fazer, em que tinha que provar em seu discurso que as pessoas de Dogville tinham problemas para "receber", infelizmente faltava algum tipo de "ilustração", e como nãochovia presentes neste povoado, ficaria difícil, “ilustrar isto".
Quando então Tom ouviu alguns disparos.
E como nada por ali tinha aquele barulho teve certeza de ser isso.
Os disparos vieram do vale,
Ou talvez do Canyon Road, em direção a Georgetown.
Esperou escutar mais disparos, Mas não se repetiram.
Ficou Tom um pouco decepcionado, sentou-se no banco, a pensar, mesmo com um sensação deperigo.
Mas seus pensamentos se voltavam para seus temas favoritos, e logo viravam novelas, e grandes reuniões.
Quando outro ruído incomum o despertou.
Era o latido de Moisés, o cachorro de um dos moradores de Dogville.
Oque era muito fora do normal, ela forma como ele latia.
Seu latido não era forte, parecia mais um grunhido.
Como se houvesse um perigo próximo e não um lobo que passava.
Comose estivesse perto de alguma coisa que precisa-se ser afastado.
Quando Tom avistou um moça subindo pelas montanhas e lhe avisou, Conheço bem a montanha, e duvidava que pudesse sair dali com vida, e que a queda seria muito feia.
Perguntou ela, se ela tinha alguma coisa a ver com os disparos que ele tinha ouvido, quando der repente chegou um carro, e Tom disse para que ela se escondesse na mina.As pessoas que estavam no carro perguntou aonde levava o caminho.
Ele disse que lugar nenhum, e que era um caminho morto.
Se quer passar, dê a volta, e vá para Georgetown disse Tom.
O Nome desse lugar... é Dogville.
Dogville? Parece. é um nome bastante tolo se referiu uma das pessoas.
Disseram que procuravam alguém...uma moça e dizia que ela era muito importante para ele.
Ninguém veio paraDogville disse Tom como toda certeza do mundo.
Oferece o seu cartão oferecer uma boa recompensa caso soube-se informar alguma coisa.
Foram então embora.
Dizendo então para a moça que pudesse sair da mina e oferecendo a ela um copo de café.
O nome da moça era Grace.
Dizia ela que tinha visto Dogville nem em um mapa e nem pretendia visitar aquele lugar.
Ofereceu ela o que comer e lhe...
tracking img