Tudo o que está neste livro surpreende a muita gente que só via na língua portuguesa uma forma de falar, ou seja, a forma português padrão, forma acadêmica. Vemos que todos os erros de português nelemostrado sempre foram visto com preconceito, principalmente por alguns gramáticos.

A professora Irene, personagem principal do livro, recebe em sua casa nas férias de julho, sua sobrinha e duasamigas dela da faculdade. As meninas acham engraçado o modo de falar de Eulália, amiga de Irene, que usa termos como: véio, trabáio, cuié, broco", grobo... Irene começa á mostrar às meninas que cadacultura tem seu jeito proprio de falar, modos herdados de antepassados, ou mesmo dificuldade na língua (órgão )ao pronunciar certas palavras.

Certas palavras consideradas erradas por algunsgramáticos, tem sua origem em outras línguas, como o latim e no caso da região nordeste do brasil a influência dos franceses e holandeses que tentaram uma colonização em séculos passados. Os preconceitoscitados nesse livro. como exemplo: racial, religioso, sexual e etc... também são ligados ao uso da fala.

O povo brasileiro não dá valor as nossas raízes, nossa cultura, só valorizando o que vemdo primeiro mundo. A medida que se vai avançando na leitura desse livro, vamos nos achando até patéticos por até agora só vermos a forma correta e impecável de falar o PP ( Português Padrão), aqueleusado pelos acadêmicos.

Mas vamos descobrindo que até em países de primeiro mundo como nos estados unidos, os negros tem um modo de falar diferente dos brancos, e aí entra o preconceito; sãonegros e por isso falam errado.

O que fica claro nesse livro é que não existe um jeito certo ou errado de falar, mas sim heranças linguísticas vindas de outros países e certas línguas, jáconsideradas mortas como o Latim.

No brasil quem não fala o português acadêmico é considerado sem cultura.

Mas felizmente alguns escritores estudiosos de línguas, estão lutando para libertar o... [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2011, 04). Resumo: a língua de eulália. TrabalhosFeitos.com. Retirado 04, 2011, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Resumo-a-L%C3%ADngua-De-Eul%C3%A1lia/10614.html

MLA

"Resumo: a língua de eulália" TrabalhosFeitos.com. 04 2011. 2011. 04 2011 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Resumo-a-L%C3%ADngua-De-Eul%C3%A1lia/10614.html>.

MLA 7

"Resumo: a língua de eulália." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 04 2011. Web. 04 2011. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Resumo-a-L%C3%ADngua-De-Eul%C3%A1lia/10614.html>.

CHICAGO

"Resumo: a língua de eulália." TrabalhosFeitos.com. 04, 2011. Acessado 04, 2011. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Resumo-a-L%C3%ADngua-De-Eul%C3%A1lia/10614.html.