Resumo vida total da igreja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do Livro
Vida Total da Igreja
Para a cadeira de
Crescimento de Igreja
Do STBNe - Salvador



















Salvador, Junho 2009

Introdução




Estratégia para uma Igreja Sadia

Uma igreja sadia alcançará pessoas para Cristo. O Crescimento da igreja é um resultado não um meta! Alguns tem feito dele uma meta, já que desejam desesperadamente que as igrejascresçam. Mas o verdadeiro crescimento resulta de ser a igreja um corpo sadio de Cristo vivendo sob Sua obediência.

Vida Total da Igreja não é um programa que dá ênfase a uma metodologia. É uma estratégia para o crescimento evangelístico da igreja baseada em princípios bíblicos.

Vida Total da Igreja é uma estratégia para catalisação das igrejas locais à observância dos princípios do NovoTestamento no desenvolvimento de suas estratégias e planos de ação próprios, para que sejam a igreja e alcancem suas comunidades para Cristo.

Na estratégia de Vida Total da Igreja, estão incorporados os seguintes 12 princípios do Novo Testamento, a fim de ajudar a igreja a executar a estratégia de Jesus para alcançar o mundo:

• Visão
• Compromisso
• Liderança
• Unidade
•Envolvimento da membresia
• Adoração e louvor com celebração e júbilo
• Oração
• Comunhão
• Organização
• Equipar
• Cuidados e ministério pastoral
• Evangelizar

A estratégia de evangelismo da Vida Total da Igreja visualiza um modo tríplice o corpo de Cristo em missão: Exaltar o Criador, Equipar os santos e Evangelizar o pecador.

Obtendo Visão vinda de DeusA maior necessidade de nossos dias não é de natureza econômica, tecnológica, social, política ou ecológica. Nossa geração, no entanto, tem tentado cada vez mais resolver nossos maiores problemas com soluções de caráter secular. A maior demanda de nossos tempos é de igreja ser a igreja. Com a influência poderosa, espiritual e moral de igrejas dinâmicas, esses problemas contemporâneos seriaresolvidos.

Quando uma igreja dá início à sua aventura de ser uma igreja do primeiro século, num mundo do século 21, temos que considerar a natureza da igreja. O que a igreja faz é determinado pelo que a igreja é.

Exaltar o Salvador – O fator Saúde

Paulo fala da igreja como de um corpo humano. Ele o faz para demonstrar o relacionamento entre Cristo e a Sua Igreja. A igreja é o Seu corpo. Ocorpo depende da cabeça para viver.

Jesus o cabeça do corpo

Jesus é o Senhor. Sua autoridade como cabeça sobre a igreja foi estabelecida por Sua intervenção na História. Ele fundo a igreja. Dirige e sustém a função da igreja. Controla o futuro da igreja.

A cabeça tem preeminência (Cl 1.18)

A autoridade da cabeça é absoluta. Não pode haver igual. Não pode haver duas cabeças num corpo. Háuma só cabeça: Jesus! Isto é senhorio. Jesus é o senhor da igreja , realidade esta que se coloca em prática influirá positivamente em tudo que a igreja fizer.

A autoridade da igreja é uma teocracia. A organização das igrejas evangélicas, sob o ponto de vista humano, é geralmente uma democracia.

O caminho certo para igreja conduzir é baixar o rosto em oração, buscar a vontade da cabeça daigreja, votar para fazerem o que Ele diz, e então fazê-lo.
O corpo obedece a cabeça

Uma igreja poderá crer em tudo o que é certo e, ainda assim, não ser uma igreja do Novo Testamento. Poderá ser idônea na sua adoção das doutrinas corretas da Escritura e, no entanto, estar longe de ser bíblica em sua conduta. Proclamar os credos justos e, todavia, não praticá-los. Em Apocalipse 2.5, Jesus exorta aigreja de Éfeso a arrepender-se e voltar a praticar as primeiras obras; do contrário, removerá do lugar o candeeiro. Há que pormos em prática a atitude e a missão de Jesus, bem como mantermos a doutrina certa.

O fator comunhão

A comunhão é uma das chaves da eficiência de uma igreja. Uma igreja nunca poderá crescer além dos limites da sua comunhão. Se a comunhão for correta, a igreja...
tracking img