Resumo teoria do caos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo Teoria do Caos e Sistema de Informação





Introdução
Nunca antes na história necessitou-se tanto de Sistemas de Informações para concretizar conceitos, para obter uma descrição objetiva da organização e para uma criação de controle dentro da organização. Desta forma estes Sistemas agem como ferramentas para a simplificação de muitas tarefas organizacionais.
Paraexplicar o fenômeno de Sistema de Informações nas organizações, usam-se alguns conceitos da Teoria do Caos, que podem ser aplicadas de forma que seja objetiva, reducionista e generalizável. Podem não promover progresso significativo. No entanto, elas proporcionam uma maneira de estender nossas descrições de Sistemas de Informação e de chamar a atenção de profissionais para alguns dos problemasexistentes nos Sistemas de Informações Organizacionais.




















































Os Conceitos da Teoria do Caos
O conceito de Caos sugere uma falta de organização, uma desordem onde a incerteza e o imprevisto predominam. Refere-se há uma desordem ordenada, sendo uma ideia casada com a de complexidade. Sistemascomplexos podem exibir comportamento caótico, não sendo uma falta de ordem, mas apresentam uma complexidade que é difícil ou impossível descrever.
O estudo da Teoria do Caos tem sido definido como “o estudo qualitativo do comportamento instável, aperiódico em sistemas dinâmicos não-lineares, determinísticos”. Segue as definições:
Qualitativo - estudo qualitativo toma uma posturainterpretativa, tendo enfoque em padrões que emergem ao longo do tempo. As interações de atores dentro da organização, e seu efeito em sistema de informação são mais claros em estudos narrativos que capturam padrões de comportamento nos quais podem ser traçados caminhos. Porem padrões caóticos do comportamento organizacional não podem ser estudados apenas pelo conjunto de informações num único ponto notempo. Levantamentos podem ser inapropriados para revelar fenômeno que dependa da contínua influência de eventos históricos e de contexto no sistema corrente.
Instável – muitos estudos organizacionais e de sistema de informação assumem que organizações alcançam algum estado de estabilidade ótimo, onde assumem que o conhecimento e a compreensão do desenvolvimento e uso de sistema de informaçãona organização progridem gradualmente em direção a um nível ótimo de maturidade. Mas na Teoria do Caos à ideia de que organizações e estruturas de Tecnologia da Informação nunca chegam a uma situação estável, madura. O efeito de pequenos eventos, sejam tecnológicos ou gerenciais, têm efeitos de Tecnologia da Informação dentro de uma organização.
Aperiódico – sistemas caóticos não manifestamnenhum padrão fixo ou permanente. No desenvolvimento de sistemas de informação padrões podem emergir e pautas podem ser estabelecidas na sua essência, proporcionando algum valor para a organização. No entanto, é um erro pensar que esses padrões são fixos no tempo e no espaço ou são independentes de contexto e generalizáveis.
Determinístico – sistemas caóticos são determinísticos pelo fato de quedadas as condições iniciais, existe somente um único ponto final ou meta do sistema que pode ser matematicamente derivado. Pequenas mudanças nas condições iniciais podem gerar pontos finais muito diferentes.
Não-linear – é caracterizado pela mudança de padrões que nunca se repetem. A história de uma organização não progride de uma maneira linear, desenvolvendo passos em direção a uma meta dematuridade.
Dinâmico – as organizações são dinâmicas e mutáveis, estão em um contínuo estado de fluxo, sendo criadas, desenvolvidas e mortas. Estão continuamente mudando, aprendendo em resposta às forças do contexto, mudando as redes humanas e mudando conceitos.
Existe uma necessidade por sistemas de informação mais flexíveis e que reconheçam a necessidade de adaptação. Profissionais e...
tracking img