Resumo rui gama

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1647 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRIA DA TÉCNICA E DA TECNOLOGIA
- RUY GAMA –

Júpiter diz a Prometeu: "Filho de Japeto, rejubilas-te por haveres roubado o fogo divino e iludido a minha sabedoria; mas esse ato será fatal a ti e aos homens que hão de vir. Para vingar-me, enviar-lhes-ei um funesto presente que os enfeitiçará e fará que amem o seu próprio flagelo". (HESÍODO)

O objetivo da presente resenha é comentar aobra “História da Técnica e da Tecnologia” de Ruy Gama (1986), em especial o capítulo Tecnologia e Trabalho (p.181-207), onde o autor procura esclarecer sua conceituação e compreensão da Tecnologia Moderna enquanto Ciência do Trabalho Produtivo.
A partir de análises de natureza semântico-históricas, Ruy Gama perpassa o conceito TECNOLOGIA nas línguas portuguesa, francesa, alemã e, especialmente,inglesa. Neste contexto de investigação são apresentadas várias abordagens conceituais, em especial as interpretações do Prof. Milton Vargas em seu livro Para uma Filosofia da Tecnologia (1994), que situa historicamente o surgimento da Tecnologia a partir da constituição da ciência moderna e subordina a compreensão da mesma enquanto ciência aplicada. Ou seja, Tecnologia pressupõe a utilização deconhecimentos teórico/científicos, portanto antes do advento da ciência moderna não existe Tecnologia, apenas técnicas, visto que esta se reveste de um caráter pré-científico e se circunscreve no âmbito de um saber empírico desprovido de qualquer sistematização teórico/científica e anterior a ela.
A Categoria Trabalho
No primeiro capítulo de A Tecnologia e o Trabalho na História, Ruy Gama (p.12) cita Melvin Kranzberg:
A tecnologia é, portanto, muito mais do que ferramentas e artistas, máquinas e processos. Ela põe em evidência o trabalho humano, as tentativas do homem para satisfazer seus desejos mediante a ação humana sobre os objetos físicos.

Igualmente cita Marx em O Capital:
Atuando assim sobre a natureza externa e modificando-a, ao mesmo tempo modifica sua própria natureza.[...] Pressupomos o trabalho sob forma exclusivamente humana. Uma aranha executa operações semelhantes às do tecelão, e a abelha supera mais de um arquiteto ao construir sua colméia. Mas o que distingue o pior arquiteto da melhor abelha é que ele figura na mente sua construção antes de transformá-la em realidade. [...] No fim do processo do trabalho aparece um resultado que já existia idealmentena imaginação do trabalhador. (MARX, In: GAMA, 1987, p. 181)

Portanto, para Ruy Gama se a Tecnologia "põe em evidência o trabalho humano" e este se confunde com a própria natureza humana, dessa forma então afirmar pela presença da Tecnologia para antes do advento da ciência moderna. Dessa forma ele apresenta a Tecnologia como "uma reflexão sobre o trabalho" (p. 184). Ou seja, pensar aTecnologia é buscar compreendê-la em sua estreita relação com as formas de organização do trabalho e produção cultural. E “trabalho” não é tomado aqui numa interpretação meramente abstrata/conceitual, mas, conforme a interpretação marxista, numa dimensão que acentua seu papel histórico de constituição do próprio homem e das sociedades.
A Tecnologia não se reduz aos instrumentos produzidos e nem tampoucoaos meios de trabalho. E, portanto, não pode ser devidamente compreendida sem a dimensão das organizações político-econômico-sociais que a envolvem; sem o entendimento do significado daquilo que é produzido e sem a percepção das razões e condições históricas de uso de determinados meios de produção.

Ciência do trabalho produtivo?
A tecnologia moderna é a ciência do trabalho produtivo. Por quemoderna? Porque não se confunde com a tecnologia jônica [...]; não se confunde também com a tecnologia política greco-romana [...] Por que trabalho produtivo? Porque, com redundância, a tecnologia diz respeito ao trabalho em que está envolvido o capital, o que é característico, obviamente, da economia capitalista [...] (GAMA, 1987, p. 185-186)

O Prof. Ruy Gama estabelece um limite conceitual...
tracking img