Resumo na vida dez na escola zero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 6 (1420 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do livro :Na vida dez, na escola zero.

As idéias discutidas neste livro são fruto de um programa de pesquisas realizadas ao longo de quase dez anos no mestrado em psicologia da UFPE. O debate dessas idéias e dos dados que dispomos foi enriquecido ao longo desses anos pela UFPE é um intercâmbio com pesquisadores de várias universidades.
Quando uma criança resolve um problema com númerosna rua, usando seus próprios métodos, mas que são métodos compartilhados por outras crianças e adultos, estamos diante de um fenômeno que envolve matemática, devido aos conteúdos do problema, psicologia, porque a criança certamente raciocinou e educação, porque queremos saber como ela aprendeu a resolver problemas dessa maneira. Podemos separar a matemática da psicologia do pensamento enquantociências, mas não podemos separa-lás enquanto fenômenos acontecendo na prática.
A matemática que um sujeito produz não é independente do seu pensamento enquanto ele produz, mas pode vir a ser cristalizada e tornar-se parte de uma ciência, a matemática, ensinada na escola e aprendida dentro e fora da escola.
A matemática é definida como uma ciência formal, isto é, a lógica construída na matemática édedutiva. Demonstrações por indução não são reconhecidas pela comunidade cientifica, porque não são aceitas como demonstrações de valor na matemática, comprovando que matemática não é apenas uma ciência, é também uma forma de atividade humana.
Enquanto atividade humana, a matemática, é uma forma particular de organizar os objetos e eventos o mundo. Podemos estabelecer relações entre os objetosde nosso conhecimento, contando, medindo, somando, dividindo, etc. verificando assim os resultados das diferentes formas de organização que escolhemos para nossas atividades.
Piaget foi, entre os estudiosos da psicologia, quem mais contribuiu para que viéssemos a reconhecer à lógica e a matemática podem ser tratadas como formas de organização da atividade intelectual humana. A proposta piagetianade analisar a organização das ações e explicar as estruturas lógicas matemáticas implícitas tiveram grande impacto na psicologia cognitiva.
Piaget não esperava que a escola fosse o único ambiente responsável pelo desenvolvimento intelectual, mas reconheceu que seus estudos sobre o desenvolvimento da lógica da criança e do adolescente estavam limitados as esferas estreitamente relacionadas aoambiente escolar. Teve com ênfase os problemas que fazem parte do ensino de ciências, estudos de conservação, inclusão de classes e seriação, procuram explicitar princípios que, segundo Piaget, seriam básicos à compreensão dos números.
Na escola a matemática é uma ciência, ensinada em um momento definido por alguém de maior competência. Na vida a matemática é parte da atividade de um sujeito quecompra, que vende, que mede e encomenda peças, que constrói parede, que joga em loterias, etc. Na aula de matemática as crianças fazem conta para acerta, para ganhar boas notas, para agradar a professora, para passar de ano, etc.
Na vida cotidiana fazem as mesmas contas, para pagar, para dar troco, etc. Estarão esses usando a mesma matemática? O desempenho nas diferentes situações será o mesmo? Querelação existe entre o desenvolvimento intelectual e o momento histórico em que vive o aluno?
Quando duas respostas opostas parecem óbvias, temos diante de nós um problema interessante a ser pesquisado. O que fazer quando constatamos na escola que as crianças sabem mais matemática de fora da sala de aula? Qual o papel do professor nesse processo?
O processo de explicação do fracasso escolar temsido uma busca por culpados; o aluno que não em capacidade; o professor que não tem recebeu a formação necessária; as secretarias de educação que remuneram mal seus professores, entre outros. Mas a criança que aprende matemática na fora da escola, o vendedor ambulante analfabeto, o mestre de obras treinado pelo pai, todos esses são exemplo de que nossas análises estão incompletas.
A respeito do...
tracking img