Resumo mercado financeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2987 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MERCADO FINANCEIRO



Trabalho proposto pelo docente: ..., da disciplina de: Gestão Financeira, realizado pelos estudantes do 5° e 6º Semestre do curso Ciências Contábeis.

ITABUNA – BAHIA
2012

MERCADO FINANCEIRO

Grupo ABC

ITABUNA - BAHIA2012

INTRODUÇÃO

O sistema financeiro brasileiro passou a ter maior diversificação do número de intermediários financeiros não bancários, com áreas específicas e bem determinadas de atuação. As Bolsas assumiram, portanto, a característica institucional, como reformas do Sistema Financeiro e do mercado de capitais. O mercado financeiro é onde as pessoas negociam o dinheiro. É um mecanismo quepermite a compra e venda (comércio) de valores (ações e obrigações), mercadorias (pedras preciosas) e outros bens tangíveis com baixo custo de transação e preços que refletem a hipótese do mercado eficiente.
Esse trabalho tem por finalidade abordar o tema Mercado Financeiro destacando alguns aspectos históricos, os principais organismos que regulamentam, normalizam, fiscalizam e assessoram omercado financeiro brasileiro e também a divisão do mercado em seus quatro grandes segmentos, dando ênfase especial ao mercado primário e mercado secundário e a distinção entre ambos.



MERCADO FINANCEIRO

Definido como sendo um processo onde os recursos excedentes da economia são direcionados para o financiamento de empresas e de novos projetos, desta forma estimulando o crescimento daeconomia. A consolidação do Mercado Financeiro brasileiro ocorreu de forma efetiva, por volta de 1964, quando houve a promulgação de três leis que marcaram profundas alterações na estrutura do sistema financeiro nacional: A lei nº 4380 de 21/08/1964 que instituiu a correção monetária nos contratos imobiliários de interesse social. A lei nº 4595 de 31/12/1964 que estabeleceu características e as áreasespecíficas de atuação das instituições financeiras e a Lei n° 4728 de 14/07/1965 que estruturou o mercado de capitais e estabeleceu medidas para seu desenvolvimento.
Sendo assim, o sistema financeiro brasileiro passou a ter maior diversificação do número de intermediários financeiros não bancários, com áreas específicas e bem determinadas de atuação. As Bolsas assumiram característicainstitucional, após as reformas do Sistema Financeiro Nacional e do mercado de capitais entre os anos de 1965 e 1966, passando a serem associações sem fins lucrativos, com poder administrativo, financeiro e patrimonial.
O funcionamento do Mercado Financeiro se faz com a ligação entre as pessoas ou empresas que tem dinheiro e as pessoas ou empresas que precisam de dinheiro. Para que isso aconteça épreciso um intermediário, os Bancos, que cobram um taxa a qual conhecemos como Juros. As pessoas também buscam serviços como: seguro de vida, planos de previdência, cobrança bancária e outros. Todos esses processos são fiscalizados e controlados por entidades como o Banco Central, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), CMV (Comissão de Valores Mobiliários), sendo todos subordinados ao CMN (ConselhoMonetário Nacional), órgão presidido pelo Ministro da fazenda.

As bolsas de valores são locais que oferecem condições necessárias para as negociações de forma transparente. Onde um número quase infinito de pequenas fatias das empresas como ações, cotas, interesses ou equities, é comprado ou vendido a cada dia, preservando assim, elevados padrões éticos de negociação e divulgando as operaçõesexecutadas com rapidez, amplitude e detalhes. A negociação em uma bolsa de valores funciona através de um intermediário financeiro (Corretora) que recebe e retransmite as ordens de compra ou venda de ações. Existe ainda a possibilidade de o investidor dar sua ordem de compra e venda de uma ação, via internet, usando o site de sua Corretora.
O sistema financeiro promove a troca de recursos de...
tracking img