Resumo memoria de jacques le goff

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3170 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Memória

A memória é a capacidade de adquirir (aquisição), armazenar (consolidação) e recuperar (evocar) informações disponíveis, seja internamente, no cérebro (memória biológica), seja externamente, em dispositivos artificiais (memória artificial) ou de uma forma grupal (memória social). O conceito de memória estabelecido na obra de Jacques Le Goff ocupa-se da memória coletiva e social.
Alémde ser o objeto de estudo de muitas outras áreas do conhecimento humano como na psicologia, neurofisiologia e na biologia, e o seu aprendizado vem através de métodos mnemotécnicas, utilizados por muitas sociedades.
Percebe a importância da inteligência com estímulos cognitivos e construtivo destas condutas é dai que descendem muitas ideias sobre a estruturação da memória no biológico e tambémpsicológico.
Sendo assim a memória está ligada, as ciências humanas e sociais e no comportamento narrativo, que é uma função social, primeiro a linguagem falada e depois a escrita que é extensão da memória, com isto saiu-se do corpo humano e chegou as bibliotecas.
A amnésia não é só uma doença individual, pode ser coletiva, voluntária ou involuntária, implicando em graves perturbações da identidadecoletiva, a memória tem um sentido amplo e quase irrestrito na fixação do comportamento das sociedades.
Le Goff cita ainda o antropólogo Francês Leroi-Gourhan que, distinguiu três tipos de memória:
a) Memória específica: diz-se da fixação dos comportamentos de espécies animais;
b) Memória étnica: que assegura a reprodução dos comportamentos nas sociedades humanas;
c) Memória artificial:eletrônica em sua forma mais recente, que assegura sem recurso ao instinto à reflexão, a reprodução de atos mecânicos encadeados.

Os psicólogos e psicanalistas insistem nas recordações ou esquecimento nas manipulações conscientes e inconscientes, na afetividade e desejo e a inibição da censura sobre a memória individual.
Na memória coletiva o poder esta com que domina a memória e o esquecimentocoletivo, que causam silêncios e esquecimentos históricos, é por isso que devemos estudar a memória só assim conseguimos abordar problemas no tempo e da história de uma sociedade.
Segundo o autor, estudaremos:
1) A memória étnica nas sociedades sem escrita, ditas selvagens;
2) O desenvolvimento da memória, da oralidade à escrita, da Pré- História à Antiguidade;
3) A memória medieval, emequilíbrio entre oral e o escrito;
4) Os progressos da memória escrita, do século XVI aos nossos dias;
5) Os desenvolvimentos atuais da memória.

A memória étnica
A memória coletiva dos povos sem escrita fundamenta se através das etnias ou famílias, isto é, explorando os mitos de origem. Além disso, interessam-se mais particularmente pelos conhecimentos práticos, técnicos, de saber profissional.Estes conhecimentos são passados pelo homem-memória ou genealogistas que são na verdade os depositários da história coletiva, nestas sociedades sem escrita. Segundo Balandier “são a memória da sociedade depositários da história objetiva e ideológica desta sociedade”, na qual Leroi- Gourhan deposita um importante papel na sociedade, de manter a coesão do grupo. Porém esta transmissão da memória, não depalavra por palavra e sim através de canto, onde se atribui mais liberdade e mais possibilidades criativas.

O desenvolvimento da memória: da oralidade á escrita, da Pré- Historia á Antiguidade.

Com o aparecimento da escrita há uma profunda transformação na memória coletiva, que antes nas sociedades sem escrita prestava para três grandes interesses: a idade coletiva do grupo, que se fundacom o mito; o prestigio da família dominante e o saber técnico, relacionando fortemente com a magia religiosa, agora permite seu desenvolvimento em duas formas de memória: a de comemoração e do documento escrito.
A memória de comemoração é a celebração através de um monumento comemorativo relacionado a um acontecimento memorável e isto é feito por inscrições, que a epigrafia estuda, e que cada...
tracking img