Resumo marshall

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. In: Prof. Phillip C. Schmitter. Tradução: Meton Porto Gadelha. Rio de Janeiro: Zahar, p. 57- 114.

Em Cidadania, Classe Social e Status, deMarshall, podemos ver inicialmente a dedicação do autor pela ciência econômica, mas caindo também em uma analise sociológica. Nesse sentido, o autor aborda a questão da igualdade social, apresentando tantoa visão economicista, como uma sociológica. Primeiramente, em relação às classes trabalhadoras, afirmando que não há possibilidade dos homens serem iguais, mas que alcançariam um status diferente, ode cavalheiros (civilizados). Para ele a educação é que conscientizariam os homens do seu real estado, ou seja, saberiam que sua função social é de grande importância, e então se confortariam com suaeducação e o lazer, suprimindo o trabalho excessivo progressivamente, fazendo sumir também a classe trabalhadora.
Marshall também tinha consciência que sua teoria poderia ser vista como idealsocialista, e até então ele a tratava como semelhantes em alguns aspectos, porem também deixou claro a diferença mais fundamental, que é a que a preservação dos elementos de um mercado livre, além do uso daforça por parte do Estado. O uso da coerção seria a de obrigar as crianças a freqüentarem a escola para que no futuro pudessem fazer uma escolha, seria o primeiro passo para se tornarem emcavalheiros. Ressaltando que somente o primeiro passo é obrigatório, após isso se tem a livre escolha. Nesse sentido, caindo em uma analise mais sociológica, vemos que Marshall aceitava a desigualdadequantitativa ou econômica, mas condenava a desigualdade qualitativa, ou seja, a distinção de um indivíduo cavalheiro por um que não fosse. Compreende-se então, que há uma espécie de igualdade humana, associadaao conceito de participação integral por parte da comunidade, a cidadania. Esse status, não se tratava de direitos, mas de algo que brotasse do próprio individuo. Posteriormente, o autor divide o...
tracking img