Resumo livro: a linguagem de deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2771 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A LINGUAGEM DE DEUS

CAPÍTULO I: Do Ateísmo a Crença

Como sendo filho de pessoas com opiniões próprias, Francis C. Collins criou se vendo a fé como algo não tão importante. Cresceu numa fazenda na Virgínia, sem muitas comodidades físicas.
Seus pais trabalhavam numa fundação para mineiros oprimidos da comunidade Arthurdale e após seu fechamento, seu pai trabalhou com músicas folclóricas,construção de bombardeiros para a Segunda Guerra Mundial e até supervisão de uma fábrica de aeronaves em Long Island. Ao terminar a guerra o casal decidiu comprar a fazenda do vale do rio Shenandoah, Virginia, onde Collins cresceu.
Collins teve sua mãe como professora, até seus dez anos, onde se mudou para cidade por causa de sua avó adoecida, e então passou a freqüentar a escola publica. Inspiradopor um professor de Química ingressou na Universidade da Virgínia, decidido a estudar Química. Em sua adolescência, seu senso de espiritualidade pouco desenvolvido o fez ser facilmente desafiado por dois ateus agressivos, nos alojamentos da faculdade.Tornou-se então agnóstico, aquele que não sabe se Deus existe ou não, na verdade Collins não fazia muita questão de saber isso, era pura ‘’cegueiravoluntária’’.
Depois de formado, ingressou em um programa de Físico-química da Universidade de Yale, convencendo-o de que tudo no Universo poderia ser explicado com princípios físicos, e assim aos poucos, passou de agnóstico a ateu.
Após dois anos, Francis começou um curso de Bioquímica, encantado com os princípios do DNA e RNA, visualizando a aplicação deste conhecimento em benefício dahumanidade. Quase concluindo seu doutorado, tentou admissão na faculdade de Medicina. Aceito, seu fascínio pelo código de DNA humano e suas conseqüências só aumentou.
Na qualidade de médico em treinamento, mesmo tentando manter distância emocional, Collins passou a ter experiências intensas com seus pacientes, e lhe chamou bastante a atenção a fé destas pessoas, julgou-lhe bastante poderosa.Estasexperiências, em especial com uma idosa , o fizeram questionar a existência de Deus.
Foi visitar um pastor metodista, contou-lhe suas dúvidas e o pastor lhe entregou um livrinho chamado Cristianismo Puro e Simples. Lendo o livro, viu todos seus argumentos contra a fé sendo infantis. Um dos argumentos do livro o intrigou: ‘’ O certo e o errado como pista para o sentido do Universo’’ , a ‘’LeiMoral’’.Questiona se a noção de certo ou errado é qualidade do ser humano ou conseqüência de tradições culturais, e de que se não existir certo e errado não há o porque de discutir ética. Segundo Collins nem todas as exigências da Lei Moral se resumem ao altruísmo.
Com seus vinte e seis anos, Francis novamente começou a se perguntar sobre a existência de Deus, que tipo de Deus seria este? Admitiu entãoque aceitara a possibilidade de visão espiritual e a existência divina.

CAPÍTULO II: A guerra das visões do mundo

Como novo cristão, dúvidas surgiram: Como esse Deus bondoso permitira tanto sofrimento? E ele, um cientista poderia aceitar a possibilidade de milagres? Esses tipos de dúvidas surgem de diversas fontes, fontes como base a crença religiosa ou descobertas científicas. Ou tambémfontes baseadas a domínios filosóficos da experiência humana. Confortava-lhe muito saber da existência vasta de fontes para suas perguntas no primeiro ano de aceitação divina.
Neste capítulo, fez questões para ele e pessoas que assim como ele, estavam aptas a decisão de acreditar em Deus: ‘’A idéia de Deus não é apenas a satisfação de um desejo?Será que este Deus está mesmo por aí?’’ SegundoFrancis, o livro de Lewis descreve este desejo. O autor descreve momentos em que experimentou o tal desejo, que lhe causou dúvidas sobre o por que desta emoção tão intensa e de como voltaria ter tal sensação. Uma experiência como essa conta ele foi aos dez anos, ao ver através de um telescópio, se sentiu transportado devido a vastidão do universo. Outra vez foi quando já graduado e ateu, durante a...
tracking img