Resumo livro de rizzardo do caminho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7634 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aprendiz - Grau 1o
Rizzardo do Caminho

O Grau de Aprendiz - grau 1o
A origem dos Graus Simbólicos é confusa, vez que, inexiste um documento que a descreva; tudo é suposição, argumento e dedução. A primeira fonte, é a Lenda de Hiram Abif que seguindo a organização administrativa imposta pelo Rei Salomão, dispunha de três classes de trabalhadores: Aprendizes, Companheiros e Mestres; o próprioHiram era um Mestre Arquiteto. O evento trágico envolvendo a morte de Hiram, foi protagonizado por três Companheiros. As Sagradas Escrituras, Io Livro dos Reis, informam palidamente sobre a construção do Grande Templo e fala-se em "trabalhadores" e "Chefes Oficiais", sendo o nome "servo" destinado ao próprio Salomão e a Davi, como "Servo de Deus". Não encontramos classificação hierárquica dostrabalhadores, apesar das diversas tarefas, como os talhadores de pedras, os carregadores e os artesãos. A divisão de Aprendizes, Companheiros e Mestres, é notada tão-somente na Lenda de Hiram Abif que, como lenda, não satisfaz e não preenche a lacuna; lenda é suposição baseada em algum aspecto histórico. Augusto Franklin Ribeiro de Magalhães 1 nos relata: "A primeira organização efetiva que seconhece data do ano 704 a.C. quando Numa Pompílio estabeleceu em Roma um sistema de vários colégios de artesãos, que possuía no ápice o Colégio de Arquitetos e englobava os gregos trazidos da África. Daí vieram os Colégios Romanos, similares às organizações gregas, de acordo com a legislação de Sólon. Tinham um regimento especial e celebravam suas reuniões (Logias) a portas fechadas, em locais próximosao do trabalho. Conforme Pompier, seus componentes "estavam divididos em três grupos: aprendizes, companheiros e mestres e se obrigavam por juramento ante as ferramentas e os utensílios de seus ofícios e profissões a ajudar-se mutuamente e a não revelar os segredos de suas agrupações aos estranhos. Tinham o costume de admitir como membros de honra as pessoas que não pertenciam a seus ofícios,porém que eram consideradas úteis para os agrupamentos e se reconheciam entre si por sinais e palavras secretas Suas assembléias eram presididas por mestres eleitos para período de cinco anos, assessorados por dois inspetores ou vigilantes. Dedicavam-se à arquitetura religiosa, civil, naval e hidráulica e também dirigiam as construções militares, executadas por soldados." Esses Colégios perduraram atéo ano, aproximadamente, 1200 para dar lugar às "Guildas". Sem maiores explicações, desses Colégios sacerdotes levaram a organização para os conventos, tomando a si o encargo de construção dos conventos e das catedrais. Se assim foi, pode-se afirmar que a incipiente Maçonaria, passara a um regime religioso,

cuja influência (resquícios) permanecem até hoje, nos Rituais Maçônicos. Os monges, daIdade Média eram denominados de "Caementerii", "Latomii", e também de "Massonerii".
1. Simbologia Maçônica, Io volume.

O "sigilo" não dizia respeito à organização em si, mas à profissão, "os segredos de cada profissão", em especial dos arquitetos que construíam as cúpulas, arcadias, alicerces suportando o peso da construção, o equilíbrio das traves e a dificultosa ramagem dos telhados. Osmonges movimentando-se, chegaram à Alemanha no século XII fundando a Corporação dos Steinmetzen que reuniu os "talhadores de pedra" com as Guildas; evidentemente, a origem foram as construções romanas; os monges aperfeiçoaram a organização administrativa e a chefia tinha autoridade eclesiástica sobre os subordinados. Pertencer a essas organizações constituía um privilégio, tento como meio desubsistência, como de proteção, pois aqueles "artífices" eram respeitados pelas autoridades e pelo povo; todos tinham uma auréola de misticismo, formalizada pelo poder do clero. Prossegue Magalhães: "Essa associação, que passou a denominar-se de "Confraternidade dos Canteiros de Estrasburgo", alcançou notoriedade. Erwin de Steinbach que a dirigiu, submeteu ao bispo de diocese os planos para a construção...
tracking img