Resumo: hale, charles. ideais sociais e políticos na américa latina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Dois fatores influenciaram de forma inquestionável o ideário político/social latino americano, primeiramente citamos a ligação das elites intelectuais e políticas com ponto de vista europeus, segundo o fato de terem conquistado independência no século XIX. Este período pode ser reconhecido como momento em que o liberalismo gradualmente suplanta a ideologia monárquica se tornando uma espécie demito unificador latino/americano.  Essa suplantação porem não ocorreu sem conflitos ao contrario desde consolidados os estados independentes se viram com razoes para temer o retorno monárquico.
Esta nova orientação se reflete na constituição argentina de 1853 e pela briga com eventual federalização de BA na briga por conciliar o ideal unitário argentino com os interesses proviniciais.  No México atradição constitucionalista foi ainda mais forte  com um governo constituinte de 56 a 57 afirmando o federalismo parlamentar unicameral. Tsl prospecto so perdeu vigência em 80 com a campanha oficial de restituição do senado como forma de controle para evitar excessos democráticos e ser assim um agente da centralização no interesse em se estabelecer maior estabilidade política assegurada porinteresses econômicos.
O final do século xix também fora marcado pelo acerramento da disputa estado/igreja pelo controle da riqueza eclesiástica e por programas reformistas que preconizavam o argumento desenvolvimentista na reforma agrária. Tal cnflito é perceptível nas tensões com a maçonaria no Brasil e na criação de estados seculares por toda a America latina demonstrando mais uma vez o consensopolítico de finais do século.
O legado liberal, porem teve em seu seio latino americano o paradoxo de se estabelecer na justaposição entre ideário individualista do lassez-faire e necessidade de centralismo olitico. Sociedades baseadas em grandes propri”edades”.
A explicação deste caráter centralista advem da acendencia do positivismoprolamando o triunfo da ciência na America latinasob a otica dasociedade como um organismo em desenvolvimento exigira esforços  na educação de uma nova elite perceptíveis nas reformas universitárias instauradas, baseadas em uma filosofia educacional positivista/heterodoxa de entusiasmo pela especialização e pelos estudos técnicos. A elite dirigente tira dos preceitos positivistas uma corrente autoritária e tecnocrática colaborando para a erosão do iberalismo,oobjetivo sendo em geral administrar uma realidade para qual o individualismo não condizia as bases sociais existentes em momento de crise (1889-1893) generalizada, no Chile tem-se a deposição de Balmaceda, na argentina tem-se os violentos acontecimentos do ano 90 que criou um governo provisório em BA.
O POSITIVISMO COMO UM CONJUNTO DE IDEIAS SOCIAIS estava em pleno desenvolvimento, poucosdiscordavam da analogia sociedade natureza e com isso da noção evolutiva de sociedade e o papel relevante dado a raça nesse processo. Outras razões para o racismo do século xix vem da constante comprovação empírica do que para os europeus eram sinais de poligenia isso é a criação das raças separadas e portanto em estágios de desenvolvimento diferentes.
O determinismo social ou ambiental do pensamentosocial de finais do século XIX acentuou o diagnostico pessimista que ligava o fenômeno da indepedencia a prematuridade, sendo assim o caudilho seria natural. O pensamento determinístico era hostil as doutrinas liberais as chamando de metafísica ou jacobinos.
Em 1900 a obra Ariel de rodo é escrita causando influencia até os dias atuais convocou ao renascimento do idealismo renunciando adeslatinização e se tornando o próprio símbolo do latino americanismo. Tornou-se ponto de partida de diversas tendências, no caso argentino chamou atenção para preocupações nacionais como a identidade argentina dado o fluxo de imigrantes. No peru gerou Garcia Calderon fundador da revista de América 1912 que buscava construir um discurso de fato latino renunciando o autoritarismo deprimente da herança...
tracking img