Resumo Gilberto FREYRE

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 15 (3681 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 16 de junho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
19/03 Aula 02
Gilberto Freyre – “Casa Grande & Senzala”

Gilberto freire – comparação entre negros no Brasil e negros nos EUA (estes sofrem mais que no Brasil).
Modernismo – movimento que busca manter a tradição, movimento regionalista do nordeste.
Político – aliado a UDN, concorre a 1º eleição após o Estado Novo, defensor do golpe de 64 pois o Brasil estaria a mercê de um golpe russosoviético, depois critica o golpe pois ele não clama por um governo autoritário (oposição tímida) fica cada vez mais conservador
Cultura popular regional – exprimem valores nacionais – antimodernizador – busca manter as tradições nacionais
Nação – integração de classes divergentes voltados para um mesmo objetivo
30 – autor avaliado de maneira extremamente positiva visto como anti-racista
50 – visãoinvertida do autor – democracia racial – encobria o preconceito negro x branco – Escola paulista de sociologia muda a visão sobre o autor
80 – volta à visão positiva do autor, interpretação mais complexa sobre o autor.
Influências principais – Evans Boas – troca a ideia de raça por cultura; Zimel – não vê a sociedade como estruturas, analisa a relação entre os indivíduos, analisa as relações docotidiano, Gilberto analisa o estudo do cotidiano.
Fala contra: Oliveira Viana (critica pela razão social) Paulo Padro (brasileiros formados por 3 raças)
Gilberto Freire – portugueses já seriam híbridos e pobres (visão divergente de Oliveira, portugueses ricos e brancos puros)
Espaço muito mais importante que o tempo, ambiente rural, relação entre casa grande e sezala, esses espaços definem otempo de analise dele (tempo espacial) - lugar onde nossa nacionalidade se funda (na família)
Casa grande & senzala – nordeste – pensa como um sistema (religião, família, vida social, política – onde estão todas as instituições estão – (microcosmo da sociedade brasileira – infra estrutura + super estrutura – microcosmo que forma a sociedade brasileira) sistema total que formaria contemporaneidadeperdida, o autor busca no passado elementos que possam se perpetuar, se preocupa com a ruptura e transformações, no passado está caracterização verdadeira, a identidade do brasileiro que ele teme estar perdida.
O autor percebe as relações abusivas, mas ao mesmo tempo percebe a afetuosidade brasileira (proteção oferecida pelo senhor) esse antagonismos não criam rupturas, pois são “compensados” –criação de um brasileiro pacifico – ele cria uma narrativa de caráter de identidade nacional
Brasileiros – mistura de 3 raças, pacíficos, alegres
Passado não é para ser rompido, é para ser retomado nos momentos que definem os brasileiros.
Mecanismos de permanência – família
Linguagem coloquial, literária / Importância da linguagem no encontro da língua formal =informal = hibridismo /antagonismo e equilíbrio linguagem de quem manda e quem obedece, mas é compensada pela linguagem cotidiana.
Métodos – cartas pessoais, livros de memórias – objetos do cotidiano, arquitetura e registros de viagem (fonte segura)
Relação raça/cultura – muda o enfoque de raça para cultura (raciais, econômicas e culturais)
Preconceituoso ao índio, esforços de valorização do negro, ainda existem hierarquiasentre as cultuas, ou seja, a cultura negra seria superior – valoriza a cultura e separa da raça, não transforma o racismo em explicação social.
Ideia de cultura Boas – sistema fechado que compartilham características – grupos homogêneos / a questão biológica (raça) não serve de explicação (negros são homogêneos não por características biológicas, mas sim sociais)
Regiões sociais – organizaçãopatriarcal, mau aproveitamento da nutrição - causas da inferioridade
Critica as teorias de meio e raça
Mestiçagem – problema brasileiro que mais preocupa o autor teria o caráter caucasiano (Oliveira Vianna) é algo positivo que torna o brasileiro o que é e algo singular ao exterior
Busca entender como a família brasileira se forma a, pois é a família patriarcal que forma o brasileiro como 1º...
tracking img