Resumo: fundamentos da linguagem teatral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1503 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
Assuntos: 1. Conceito do Teatro, 2. O texto, 4. Os elementos Visuais, 6. O encenador.
MAGALDI, Sábato. Iniciação ao Teatro. São Paulo. Editora Ática, 2002, 7ª edição.

A palavra teatro abrange ao menos duas acepções fundamentais o imóvel em que se realizam espetáculos e uma arte específica, transmitida ao público por intermédio do ator. No teatro, público e ator estão um em face dooutro durante o desenrolar do espetáculo. A etimologia grega de teatro dá ao vocábulo o sentido de miradouro, lugar de onde se vê. Na terminologia dos logradouros cênicos da Grécia, teatron correspondia à plateia, anteposta à orquestra e envolvendo-a como três lados de um trapézio ou um semicírculo. É nele indispensável que o público veja algo, no caso o ator, que define a especificidade doteatro. No teatro dramático são essenciais três elementos: o ator, o texto e o público. É preciso que um ator interprete um texto para o público, ou, se quiser alterar a ordem, em função da raiz etimológica. A ausência do ator costuma ser suprida, na leitura, pela imaginação, que visualiza as rubricas e inscreve os movimentos num cenário ideal. A leitura traz um enriquecimento artístico e cultural, masnão chega a constituir o fenômeno do teatro. No teatro além da presença física do ator, é necessário também o cenário, este se vale de dois elementos procedentes de duas outras artes: a arquitetura e a pintura. A criação de espaço para os movimentos do ator requer o concurso de dispositivos arquitetônicos, distribuídos segundo uma unidade estética própria e os requisitos funcionais. A pintura,que, antes da corrente construtivista, continha o princípio da decoração do palco, fornece também elementos importantes à cenografia. E a necessidade de que as personagens se completem com figurinos adequados, modernos ou históricos, impõe o concurso da arte da indumentária. Para o ator, entretanto, a palavra é um veículo que lhe permite atingir o público, mas não se reduz a ela a interpretação.Postura, olhar, movimentos - tudo compõe a expressão corporal, que participa da eficácia do desempenho. Por isso se convencionou chamar de interpretação à arte do ator, que reclama tantos recursos expressivos. Cenários ou figurinos excepcionais constituem, às vezes, o principal atrativo. Há muitas maneiras, assim, para que o teatro cumpra o seu papel. Os objetos são passíveis desse ou daqueleentendimento, segundo a visão particular do contemplador. Dai o reclamo de uma visão unificadora, que amolde todos os ingredientes para o mesmo fim. O reconhecimento dessa necessidade legitimou, no teatro, a figura do encenador. A ele incumbe pôr em cena uma peça, isto é, realizar o espetáculo. Uma peça resultará nesse ou naquele espetáculo, muitas vezes de remoto parentesco entre si, em função da arte doencenador. Num primeiro exame, parece razoável que a literatura faça as suas pesquisas na poesia ou no romance, comunicando os resultados estéticos ao dramaturgo. O arquiteto e o pintor trabalhariam no seu terreno especifico, para oferecer ao cenógrafo as soluções a que chegaram. As implicações coletivas da arte dramática fazem-na mais tímida que a poesia ou as artes plásticas. Ela não se limita,contudo, a aproveitar as formas que lhe são transmitidas nos vários setores. Por isso se afirma que o teatro é uma síntese de elementos artísticos e não de artes. O cenário utilizada arquitetura e da pintura alguns dados, mas não se contém numa ou noutra arte: forja a sua própria especificidade, e dentro dela se movimenta livremente, chegando a soluções inéditas. Nada impede que a cenografia sejamais avançada que as outras artes plásticas. A literatura dramática, atuando em território próprio, trai a sua mensagem, que pode não ter sido cogitada ainda nas outras artes literárias. Eurípides (484-407/6 a.C.), Molière ou Ibsen (1828-1906) estão na vanguarda de seu tempo, em relação a quaisquer sondagens artísticas. Um grande dramaturgo é patrimônio tanto do teatro quanto da literatura. Daí...
tracking img