Resumo era do capital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (425 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
• Resumo: A Era do Capital
Capítulo I: A PRIMAVERA DOS POVOS.
Em seu livro “A Era do Capital”, Erik Hobsbawm inaugura sua obra descrevendo o que foi a “Primavera dos Povos”, revolução que abaloutoda a Europa e o mundo em 1848. Nesta ocasião, o povo europeu cansado das opressões das monarquias e tiranos, lutou por repúblicas democráticas.
Hobsbawm diz que nunca houvera antes uma revolução“que tivesse se espalhado tão rápida e amplamente, se alastrando como fogo na palha por sobre fronteiras, países e mesmo oceanos”(pág.32). Disse oceanos, pois para ele, antes da Primavera dos Povos, nãoteria tido uma revolução potencialmente global, com influências diretas em outras manifestações posteriores e em locais distintos.
No entanto, Hobsbawn diz acreditar que ela teria sido a mais amplae menos bem sucedida das revoluções desse tipo, pois, no período de seis meses de seu inicio, sua derrota já era previsivel e meses depois, todos os regimes derrubados por ele foram restaurados.Hobsbawn ressalta que um dos motivos do fracasso deve-se ao fato de que a burguesia abandonou a revolução. Pois, as revoluções eram uma antecipação das revoluções sociais dos trabalhadores pobre e issoteria assustado os moderados liberais.
Hobsbawm cita os estudantes, questionando o que teria acontecido a eles e aos seus ideais "radicais" e supoe que esses estudantes teriam se tornada continiadoresdas tradições familiares e teriam caido na retórica. Hobsbawn os diferecia da burguesia liberal afirmando que "eles (os estudantes) não mudaram de lado. Apenas vacilaram, embora nunca tenham sedistanciado muito da direita”. (pág. 49)
E o que diz a respeito dos trabalhadores, o autor afirma que teria faltado organização, lederança e uma conjuntura historica que fornecesse uma alternativapolitica, pois eles eram politicamente insignificantes e o máximo que poderiam ter chegado era uma republica burguese, que mais a frente possibilitaria o embate entre burguese e proletários.
E Hobsbawm,...
tracking img