Resumo ec. pol.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (338 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Economia Política
Capitalismo: Uma História de Amor

De acordo com Michael Moore, o estado mínimo interfere minimamente cuidando apenas da segurança interna e externa dos Estados Unidos daAmérica, quem comanda o país, são as grandes corporações. Mesmo quando o atual presidente, Jimmy Carter, avisa dos perigos do consumo excessivo e da autoindulgência, o mesmo é ignorado. Já com Ronald Reaganno poder e com o Don Reagan como seu braço direito, secretário do tesouro, e dono de uma das maiores corporações americanas. O país é influenciado a consumir mais, enquanto era feito um corte dosimpostos das grandes corporações, acabando assim, com diversos empregos e com os sindicatos. Fazendo com que ocorra a divisão entre classes, onde o rico não paga impostos, e o pobre, trabalha mais, recebemenos, e deve mais. O caso dos "seguros dos camponeses mortos", um tipo de apólice de seguros que as corporações americanas fazem em nome de seus funcionários, colocando-se a si mesmas comobeneficiárias. Aonde o trabalhador valia mais estando morto do que vivo para as empresas. Foi uma forma desrespeitosa e ilegal que as empresas acharam para lucrar.
O Estado de bem-estar social é um tipo deorganização política e econômica que coloca o Estado como agente da promoção (protetor e defensor) social e organizador da economia. Aonde cabe ao Estado em parceria com os sindicatos e empresas privadasgarantir serviços públicos e proteção à população. Porém como foram feitos cortes de empregos visando o lucro e o fim dos sindicatos isso mudou completamente. Com a alta taxa de desempregos oupéssimos salários a população recorreu a empréstimos ou ao refinanciamento de suas casas apenas para suprir suas necessidades básicas. Com isso as dívidas aumentaram, pessoas perderam suas moradias e osbancos e grandes corporações enriqueceram até que o débito do consumidor atingiu quase 100% do PIB. Nesse momento o Estado era ‘’controlado’’ pelas grandes corporações e não mais pelo governo....
tracking img